Você desalinhou, me abandonou
E foi brincar o carnaval
Não respeitou o amor que cativou
E ainda veio achando que era o tal

Você, você, você sequer lutou
Não hesitou em machucar, me fazer mal
A quem só te deu todo o amor
Tratou como se fosse um bem banal

Te dei toda a minha amizade
Toda a minha inspiração
Criança covarde, não aguentou ouvir um não
Eu não sou seu lixo
Meu amor, eu lamento
De que adianta ser lindo por fora e horrível por dentro?
Eu não sou seu lixo
Meu amor, eu lamento
De que adianta ser lindo por fora e horrível por dentro?

Você desalinhou, me abandonou
E foi brincar o carnaval
Negligenciou o melhor do amor
E ainda veio achando que era o tal

Você, você, você se quer lutou
Fez planos de um futuro
E então voltou atrás
Você que vive pro seu bel prazer
Delirou e acha que merece mais

Te dei uma vida de verdade
De coragem e de tesão
Criança covarde, volte pra sua ilusão
Eu não sou seu lixo
Meu amor, eu lamento
De que adianta ser lindo por fora e horrível por dentro?
Não aguentou ouvir meu questionamento
De que adianta ser lindo por fora e horrível por dentro?

E o tempo vai passar
E a beleza apagar
E só vai restar vazio por dentro

De que adianta ser lindo por fora e horrível por dentro?

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir