exibições 10.318
Foto do artista Joyce Jonathan

Un Peu D'espoir

Joyce Jonathan


Un Peu D'espoir

Un peu de gris dans le ciel
Un peu de gris en nous
Plus de bonnes nouvelles
Qui viennent enfin nous mettre debout

Plus le temps de sourire
La fatigue prend le devant
Les crises de rire
Appartiennent à un autre temps

Les années filent filent filent
Nous laissent seul aux démonis
La maison elle, elle se vide
Et les parents sont plus d'ici

Mais allez un peu d'espoir
Ce n'est pas fini
La vie commence peut-être tard
Mais n'est pas tombée dans l'oubli
Plus d'intérêt, plus d'effort
Pour un plus grand départ
Parce que cet inconfort
La, il nous met en retard
Pour plus tard
Pour plus tard

Nuance de couleurs
Vient éclairer nos vies
Adieu les pleurs
Dans l'infini, on sourit

Maintenant du courage, de la force
Pour se maintenir
Nos rechutes, vite
Il faut se ressaisir

Puisque les années filent filent filent
Nous laissent seul aux démonis
La maison elle, elle se vide
Et les parents sont plus d'ici

Mais allez un peu d'espoir
Ce n'est pas fini
La vie commence peut-être tard
Mais n'est pas tombée dans l'oubli
Plus d'intérêt, plus d'effort
Pour un plus grand départ
Parce que cet inconfort
La, nous met en retard
Pour plus tard
Plus tard
Pour plus tard
Pour plus tard

Mais allez un peu d'espoir
Ce n'est pas fini
La vie commence peut-être tard
Mais n'est pas tombée dans l'oubli
Plus d'intérêt, plus d'effort
Pour un plus grand départ

Um Pouco de Esperança

Um pouco de cinza no céu
Um pouco de cinza em nós
Sem mais boas notícias
Que vem finalmente nos acordar

Sem mais tempo para sorrir
O cansaço assume a liderança
Os ataques de riso
Pertencem a outro tempo

Os anos passam, passam, passam
Nos deixam sós com os demônios
A casa, ela se esvazia
E os pais não estão mais aqui

Mas vamos, um pouco de esperança
Ainda não acabou
A vida pode começar tarde
Mas não caiu no esquecimento
Mais interesses, mais esforços
Para um grande início
Porque este desconforto
Lá, ele nos atrasa
Para mais tarde
Para mais tarde

Tons de cores
Vem Iluminar nossas vidas
Adeus os choros
No infinito, sorrimos

Agora, coragem, força
Para se manter
Nossas recaídas, rápido
Devemos nos levantar

Já que os anos passam, passam, passam
Nos deixando sós com os demônios
A casa, ela se esvazia
E os pais não estão mais aqui

Mas vamos, um pouco de esperança
Ainda não acabou
A vida pode começar tarde
Mas não caiu no esquecimento
Mais interesses, mais esforços
Para um grande início
Porque este desconforto
Lá, ele nos atrasa
Para mais tarde
Mais tarde
Para mais tarde
Para mais tarde

Mas vamos, um pouco de esperança
Ainda não acabou
A vida pode começar tarde
Mas não caiu no esquecimento
Mais interesses, mais esforços
Para um grande início

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Joyce Jonathan · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Cleyton, Traduzida por Renata, Legendado por Thayanne
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.