La Vida Sigue Igual

Julio Iglesias

exibições 24.544

La Vida Sigue Igual

Unos que nacen otros moriran
Unos que rien otros lloran
Agua sin cauce rio sin mar
Penas y glorias, guerras y paz

Siempre hay porque vivir
Porque luchar
Siempre hay por quien sufrir
Y a quien amar

Al final las obras quedan
Las gentes se van
Otros que vienen las continuaran
La vida sigue igual

Pocos amigos que son de verdad
Cuantos te halagan si triunfando estas
Y si fracasas bien comprenderas
Los buenos quedan los demas se van

Siempre hay porque vivir
Porque luchar
Siempre hay por quien sufrir
Y a quien amar

Al final las obras quedan
Las gentes se van
Otros que vienen las continuaran
La vida sigue igual

Pagamento

Você precisa dar uma aproximada, olhe para mim
Porque nasci para ser o espinho ao seu lado
Não interessa o que você acha que você vai ver
Você nunca procurou a barragem da porra do orgulho
Você não quer nada de mim

Você Tem uma porra de um cateter no seu cérebro
Mijando seu senso comum por aí
Quando você tira o primeiro sangue, Você não pode parar está luta
Pra minha própria paz de espírito - Eu vou
Arrancar a porra dos seus olhos
Rasgar a porra da sua carne
Vou bater em você,Até que seja uma porra de uma carcaça sem vida
Fodo você e seu progresso
Veja a porra do meu regresso
Você me fez cair - agora você não é nada
O pagamento é uma cadela filha da puta

Você vive só para ser um parasita
Sua vida deve ser chupada,quando nada ir ao seu caminho
Tudo se derrete diante de seus olhos
Você é só um punk,Que não tem senso para se mandar
Se manda, porra!

Você Tem uma porra de um cateter no seu cérebro
Mijando seu senso comum por aí
Quando você tira o primeiro sangue, Você não pode parar está luta
Pra minha própria paz de espírito - Eu vou
Arrancar a porra dos seus olhos
Rasgar a porra da sua carne
Vou bater em você,Até que seja uma porra de uma carcaça sem vida
Fodo você e seu progresso
Veja a porra do meu regresso
Você me fez cair - agora você não é nada
O pagamento é uma cadela filha da puta

Nunca vou me tornar a porra do seu bode expiatório
Não sei como se sente, surge repentinamente
Só quero vingança
para vir reluzente caindo em mim
Não quero que você morra
Antes que eu tenha a chance de te matar eu mesmo

Você conseguiu a porra de um cateter no seu cérebro
Mijando seu senso comum por aí
Isso é, para fuder a cabeça
Isso é, para o inferno dele
Isso é para mim - eu vou
Arrancar a porra dos seus olhos
Rasgar a porra da sua carne
Vou bater em você
Até que seja uma porra de carcaça sem vida
Fodo você e seu progresso
Veja a porra do meu regresso
Você me fez cair - agora você não é nada
Arrancar a porra dos seus olhos
Rasgar a porra da sua carne
Vou bater em você até se tornar uma carcaça sem vida
Fodo você e seu progresso
Veja a porra do meu regresso
Você me fez cair - agora você não é nada
Você é uma puta merda