Foto do artista Lacrimosa

No Blind Eyes Can See

Lacrimosa


No Blind Eyes Can See

And you didn't want to see
Empty pages of your diary
Poisoned mind kept dreaming
Sunken thoughts of eternity
In the world of dust
Frost deep in your cold, clod heart
No blind eyes can see
There is no reality
Between the laughter and the tears
You lost your fear
Got stucked to past
Couldn't see the light
From the dust
You changed your mask
Sealed your pages with trust
You tried to be safe
But time saves no-one

Chain of tears, handful of trust
In the world of dust
Chain of tears, handful of dust
In the world wich can't last

(I can hear it reaching
I hear it whispering
Little by little it kills)
No blood to bleed
No heart to beat
It came to get you
(Don't turn your back on it
You know it waits
And tries to put you in chains)

Momentary pain
When the walls of your dreamcastle fell
You're hiding in a fairytale
Wworld full of fantasies
Princes killed the dragons
And the heroes always survived
You wanna know your destiny
So you skip to the last page

Chain of dreams, hands full of dust
In the moment of the past
Chain of tears, heart full of scars
But the pain doesn't last
Pinful tears, you'd never trust
So you hide to the past
Chain of time, no time to cry
'Cause forever you can't hide

(I can hear it reaching
I hear it whispering
Little by little it kills)
No blood to bleed
No heart to beat
It came to get you
(Don't turn your back on it
You know it waits
And tries to put you in chains)

The day rises again
And you hear the wings of the time
Put down your swords
Listen to the whisper in the wind
Time changes everything
But you have to wait
Try to save your soul
Before it is too late

Chain of dreams, hands full of dust
In the moment of the past
Chain of tears, heart full of scars
But the pain doesn't last
Pinful tears, you'd never trust
So you hide to the past
Chain of time, no time to cry
'Cause forever you can't hide

Olhos Cegos Não Podem Ver

E você não quis ver
Páginas vazias do seu diário
Mente envenenada continua sonhando
Afundados pensamentos de eternidade
No mundo de poeira
Profundo gelado em seu frio, frio coração
Olhos cegos não podem ver
Não existe realidade
Entre os risos e as lágrimas
Você perdeu seu medo
Ficou preso no passado
Não pôde ver a luz
Através da poeira
Você mudou sua máscara
Selou suas páginas com confiança
Você tentou ficar a salvo
Mas o tempo não salva ninguém

Corrente de lágrimas, punhado de confiança
No mundo de poeira
Corrente de lágrimas, punhado de confiança
No mundo que não pode durar

(Eu posso ouvi-lo chegando
Eu o ouço sussurrando
Pouco a pouco isto mata)
Sem sangue para sangrar
Sem coração para bater
Isto veio pegar você
(Não vire suas costas para isso
Você sabe que isso o espera
E tenta te acorrentar)

Dor momentânea
Quando as paredes do seu castelo dos sonhos caíram
Você está se escondendo em um conto de fadas
Mundo cheio de fantasias
Príncipes mataram os dragões
E os heróis sempre sobreviveram
Você quer saber o seu destino
Então você pula para a última página

Corrente de sonhos, mãos cheias de poeira
No momento do passado
Corrente de lágrimas, coração cheio de cicatrizes
Mas a dor não dura
Dolorosas lágrimas, você nunca deveria confiar
Então você se esconde no passado
Corrente de tempo, sem tempo para chorar
Porque para sempre você não pode se esconder

(Eu posso ouvi-lo chegando
Eu o ouço sussurrando
Pouco a pouco isto mata)
Sem sangue para sangrar
Sem coração para bater
Isto veio pegar você
(Não vire suas costas para isso
Você sabe que isso o espera
E tenta te acorrentar)

O dia nasce de novo
E você ouve as asas do tempo
Abaixe suas espadas
E ouça o sussurro no vento
Tempo muda tudo
Mas você tem que esperar
Tente salvar sua alma
Antes que seja tarde demais

Corrente de sonhos, mãos cheias de poeira
No momento do passado
Corrente de lágrimas, coração cheio de cicatrizes
Mas a dor não dura
Dolorosas lágrimas, você nunca deveria confiar
Então você se esconde no passado
Corrente de tempo, sem tempo para chorar
Porque para sempre você não pode se esconder

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir