La Voz

Laura Pausini

exibições 13.333

La Voz

Una voz está en ti, en mí
Pide libertad mas fuerte si
Buscas ese amor que nos falta
Y gritas con toda la voz

La sientes por la calle, andando por la acera
En el que tiene hambre y el que se desespera
No te va contando fábulas, tan solo tus deseos
Explota en tu interior, llena el corazón
Por la ventana abierta se lanza llueva o nieve
Va por las sombras de la noche
Corriendo tras los trenes
Vuela libre entre los árboles
Como una cometa
Tiene risa y tiene lágrimas
Que giran en torno a ti

Es la voz que está en ti y en mí
Cada vez que tú la vida ves
Que no te abandona porque
Es la voz más sincera y está en ti y en mí
Con la fuerza que revive en ti
No se queda sola porque se pone a gritar
Con las otras voces que en el mundo están

No se habla de la gente, del sol que les castiga
En los campos de cultivo, de olivos y de espigas
Y cuando llega tan fantástica aleja tus temores
Un coro grande, interminable que te canta su libertad

Es la voz que va detrás de ti
Cada vez que tú la quieres ver
Que no te abandona porque
Es la voz que ha nacido de ti
Por ti y por mí

Prisionera, nunca más
Crece en libertad
Dentro y fuera de ti
(Tan sincera)
Verdadera
Cada vez que te grita
Con todo el poder de la voz

(Es la voz que está en ti, en mí)
Cada vez que tú la vida ves
Grita fuerte dentro de mí
La voz más sincera que hay
En ti, en mí

Con la fuerza que te hará vivir
No se queda sola porque se pone a gritar
Con las otras voces que en el mundo están
(Es la voz que está en ti, en mí)

A Voz

Uma voz está em você, em mim
Pede liberdade mais forte, sim
Busca esse amor que nos falta
E grita com toda a voz

A sente pela rua, andando pela calçada
Nele que tem fome e aquele que se desespera
Não te vai contando fábulas, somente seus desejos
Explode em seu interior, enche o coração
Pela janela aberta se lança ou leva a neve
Vai pelas sombras da noite correndo
Atrás dos trens
Voa livre entre as árvores como
Um cometa
Tem sorrisos e lágrimas que
Giram ao seu redor

É a voz que está em você, em mim
Cada vez que você a vida vê
Que não te abandona porque
É a voz mais sincera, e está em você, em mim
Com a força que revive em você
Não fica sozinha porque se coloca a gritar
Com as outras vozes que no mundo estão

Nos fala das pessoas, do sol que os castiga
Nos campos de cultivo, de oliveiras e de espigas
E quando chega tão fantástica deixa longe seus medos
Te um coro grande e interminável que canta sua liberdade

É a voz que vai atrás de você
Cada vez que você a quer ver
Que não te abandona por que
É a voz que nasceu de você
Por você e por mim

Prisioneira, nunca mais
Cresce em liberdade
Dentro e fora de você
(Tão sincera)
Verdadeira
Cada vez que você grita
Com todo o poder da voz

(É a voz que está em você, em mim)
Cada vez que você vê a vida
Grita forte dentro de mim
A voz mais sincera que existe
Em você, em mim

Com a força que vai te fazer viver
Não fica sozinha porque se põe a gritar
Com as outras vozes que no mundo estão
(É a voz que está em você, em mim)