Amar Completamente

Laura Pausini

exibições 49.041

Amar Completamente

Lluvia de septiembre tu y yo,
cambia la ciudad de dimensión,
nuevas sensaciones nuevas reflexiones en la mente.

La historia se repite, si lo sé;
mi mano con la tuya se rozó,
parece como ayer y como siempre pero no.

Sigues en mi vida mucho más,
cada día un nuevo color me das;
En cada gesto en cada fantasía,
en tu sonrisa de melancolía.

Como un tren en marcha hacía mí
Con mis emociones y los mil 'si';
Tu mirada es una caricia más,
sabes en mis sueños como entrar...

Todo va deprisa entre los dos
No me perteneces ni a ti yo
Como no nos damos tiempo
para amar completamente.

Si te prestara menos atención
Es tal vez lo que no quieres tu
Trato de observarte pero no consigo verte.

Sigues en mi vida mucho más,
entre mis silencios más allá;
Como un soplo de serenidad,
alba de una nueva libertad.

Eso que antes nunca comprendí,
claro ante mis ojos por fin lo vi;
Mírame de nuevo como ayer,
haz volar mis sueños otra vez...

Si se te ponen los ojos grandes como a un niño
No es imposible sabrás amar completamente
Plenamente...

Eso que antes nunca comprendí,
claro ante mis ojos por fin lo vi;
Tu mirada es una caricia más,
llega donde nunca ningún otro pudo estar.

Estar...

Amar Completamente

Chuva de setembro, você e eu
Muda a cidade de dimensão
Novas sensações, novas reflexões na mente

A história se repete, sim, eu sei
Minha mão com a tua encostou
Parece como ontem e sempre, mais não

Segue muito mais em minha vida
Cada dia uma nova cor me dá
Em cada gesto em cada fantasia
No seu sorriso de melancolia

Como um trem correndo em minha direção
Com minhas emoções e os mil "se"
Teu olhar é uma carícia a mais
Sabe em meus sonhos como entrar

Tudo vai depressa entre os dois
Você não me pertence, nem eu a você
Como não nos damos tempo
Para amar completamente

Se você prestou ao menos atenção
É o que talvez você não quer
Te observo mas não consigo te ver

Segue muito mais em minha vida
Entre os meus silêncios, mais além
Com um sopro de serenidade
Amanhecer de uma nova liberdade

Isso que antes eu nunca compreendi
Claro frente aos meus olhos, por fim eu vi
Me olha de novo como antes
Faz voar meus sonhos outra vez

Se te colocam os olhos grande como de uma criança
Não é impossível, saberás amar completamente
Plenamente

Isso que antes eu nunca compreendi
Claro frente aos meus olhos, por fim eu vi
Seu olhar é uma carícia a mais
Chega onde nenhum outro pôde estar

Estar...