Así Celeste

Laura Pausini

exibições 4.049

Así Celeste

Con los ojos de tu padre y su gran melancolía,
Un silencio que al atardecer descubre el color de la marea.
Tú llegarás con la luna de septiembre que verterá
Su blancura en mi interior y te amaré,
Como en los cuentos de hadas
Pasa siempre.
Te esperaré en compañía
De un millón de golondrinas por el aire,
En la tierra mía.
Descubrirás,
Que envejece y te acaricia con su baile,
Ahora amanece y el alba traerá
Cálidas luces y esperanzas.
Celeste
Y el cielo así, celeste. celeste.
Tendrás libros, juegos y zapatos
Tus brillantes amarcord.
Será tan negro como el mío tu cabello
Un instante y ya verás, tú volarás,
A una isla muy lejana de la ciudad.
Como yo lo hice también cariño mío,
Porque el sol puede olvidarse de la luna.
Te esperaré, sin escapar,
A mi regazo llegarás entre algodones.
Te escucharé, te quedarás
Mientras que las hojas cambian sus colores.
A mi ventana el otoño llegó
Un dulce aroma de castañas se funde
En un cielo así, celeste.
Un soplido de la vida, que abre todas las persianas
Y que a sonreír te invita aunque ya no quieras más.
Este viento enamorado tú también respirarás.
Tú respirarás.
Pues me sobra el coraje de esperarte un poco más
A tu llegada miraremos hacia el este
Y el cielo será, celeste. celeste.
El cielo será, celeste

Tão Celeste

Com os olhos de seu pai e sua grande melancolia
Um silêncio que ao entardecer descobre a cor da maré
Você chegará com a lua de setembro que derramará
Sua brancura no meu ser e te amarei,
Como nos contos de fadas
Pra sempre
Vou te esperar na companhia
De um milhão de andorinhas pelo céu
Na minha terra
Você vai descubrir
Que envelhece e te acaricia com sua dança
Agora amanhece e a alvorada trairá
Quentes luzes e esperanças
Celeste
E o céu é tão, celeste. Celeste
Você terá livros, jogos e sapatos
Seus brilhantes "amarcord"
Será tão preto como os meus o teus cabelos
Num instante e já vais ver, você vai voltar,
Para uma ilha bem longínqua da cidade
Como eu fiz também meu amor
Porque o sol pode se esquecer da lua
Vou te esperar, sem escapar
Pro meu colo você chegará entre algodões
Vou te ouvir, você vai ficar
Enquanto as folhas mudam suas cores
Na minha janela o outono chegou
Um doce aroma de castanhas se funde
Nun céu tão celeste
Um sopro da vida, que abre todas as cortinas
E a sorrir te convida mesmo não querendo mais
Este vento apaixonado você também vai respirar
Você vai respirar
Pois me sobra a coragem de te esperar um pouco mais
Na sua chegada olharemos pro leste
E o céu será, celeste. Celeste
O céu será, celeste

Composição: Beppe Dati / Goffredo Orlandi / Laura Pausini · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Patryck, Traduzida por mariah
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.