Mi Libre Cancion

Laura Pausini

exibições 13.232

Mi Libre Cancion

En un mundo que
Vive sin amor
Eres tú mi libre canción
Y la inmensidad
Se abre alrededor
Más allá del limite del corazón
Nace el sentimiento
En mitad del llanto
Y se le va altísimo, y va...
Y vuela sobre el gesto de la gente
A todo lo más noble indiferente
Ajeno al beso cálido de amor
De puro amor...

(Juanes)En un mundo que (Laura Pausini)cae un día el muro
(Juanes)Prisionero es (Laura Pausini)recubierto de las rosas selvaticas
(Juanes)Libres respirábamos (Laura Pausini)revive o no
(Juanes)Tú y yo (Laura Pausini)se eleva o no
(Juanes)Pero la verdad (Laura Pausini)bosque abandonado
(Juanes)Clara brilla hoy (Laura Pausini)y por ello sobreviviendo virgen
(Juanes)Y nítida su música (Laura Pausini)se abre o no
(Juanes)Sonó (Laura Pausini)se cierra o no

Nuevas sensaciones
Nuevas emociones
Se expresan ya purísimas, en ti...
Y el velo del fantasma del pasado
Cayendo deja el cuadro inmaculado
Y se alza un viento tímido de amor
De puro amor...

Y recubrote...
Dulce amado que
No sabe el camino
No sabe que de verdad
Al lado tuyo vendré
Si quieres tú.

Cae un día el muro,
Recubierto de las rosas selváticas,
Revive o no
Se eleva o no
Bosque abandonado
y por ello sobreviven lo virgen
Se abre o no
Se cierra o no.

En un mundo que
Prisionero es
Libres respirábamos
Tú y yo.
Pero la verdad
Clara brilla hoy
Y nítida su música, sonó.

Nuevas sensaciones
Nuevas emociones
Se expresan ya purísimas, por ti
Y el pelo del fantasma del pasado
Cayendo deja el cuadro inmaculado
Y se alza un viento tímido de amor
De puro amor.

Y recubrote...
Y recubrote...

Minha Livre Canção

Em um mundo que
Vive sem amor.
Você é minha livre canção...
E a imensidão,
Se abre ao redor,
Mas já passa do limite do coração.
Nasce o sentimento,
Na metade do choro,
E se eleva altíssimo, e vai...
E voa sobre o gesto das pessoas
A todo o mais nobre indiferente,
Afasta o beijo quente do amor,
De puro amor...

Juanes) Em um mundo que, (Laura Pausini) Um dia o muro cai
(Juanes) Prisioneiro és, (Laura Pausini) Coberto de rosas selvagens
(Juanes) Livres respirávamos, (Laura Pausini) Revive ou não,
(Juanes) Eu e você. (Laura Pausini) se eleva ou não...
(Juanes) Mas a verdade, (Laura Pausini) Bosque abandonado
(Juanes) Clara brilha hoje (Laura Pausini) E por ele sobrevivendo virgem
(Juanes) E nítida, sua música, (Laura Pausini) Se abre ou não,
(Juanes)soou...(Laura Pausini) Se fecha ou não...

Novas sensações,
Novas emoções,
Se expressam já puríssimas, em ti.
E o véu do fantasma do passado,
Caindo deixa o quadro imaculado.
Se levanta em um vento tímido de amor,
De puro amor...

E me lembro de você...
Doce amado que,
não sabe o caminho,
Não sabe que de verdade...
Ao seu lado verei.
Se você quiser...

Um dia o muro cai,
Coberto de rosas selvagens
Revive ou não...
Se eleva ou não.
Bosque abandonado
E por ele sobrevivendo virgem
Se abre ou não...
Se fecha ou não.

Em um mundo que,
Prisioneiro és,
Livres respirávamos,
Eu e você.
Mas a verdade,
Clara, brilha hoje.
E nítida, sua música, Soou...

Novas sensações,
Novas emoções,
Se expressam já puríssimas, por ti.
E o véu do fantasma do passado,
Caindo deixa o quadro imaculado.
Se levanta em um vento tímido de amor,
De puro amor...

E me lembro de você...
E me lembro de você...