Cabaret

What good is sitting
alone in your room?
Come hear the music play.
Life is a Cabaret, old chum,
Come to the Cabaret.
Put down the knitting,
The book and the broom.
It's time for a holiday.
Life is a Cabaret, old chum,
Come to the Cabaret.
Come taste the wine,
Come hear the band.
Come blow your horn,
Start celebrating;
Right this way,
Your table's waiting.

No use permitting
Some prophet of doom
To wipe every smile away.
Life is a Cabaret, old chum,
So come to the Cabaret!

I used to have this girlfriend
Known as Elsie,
With whom I shared
Four sordid rooms in Chelsea
She wasn't what you'd call
A blushing flower...
As a matter of fact
She rented by the hour.

The day she died the neighbours
Came to snicker:
"Well, that's what comes
From too much pills and liquor."
But when I saw her laid down like a Queen,
She was the happiest... corpse...
I'd ever seen.

I think of Elsie to this very day.
I remember how she'd turn to me and say:
"What good is sitting all alone
In you room?
Come hear the music play.
Life is a Cabaret, old chum,
Come to the Cabaret."

And as for me, ah, and as for me
I made my mind up, back in Chelsea,
When I go, I'm going like Elsie.

Start by admitting,
From cradle to tomb
It isn't that a long a stay.
Life is a Cabaret, old chum,
It's only a Cabaret, old chum
And I love a Cabaret.

Cabaré

De que serve
Ficar sozinha no quarto?
Venha ouvir a música tocar
A vida é um cabaré, colega
Venha ao cabaré.
Esqueça a costura,
O livro ou a vassoura
É hora de se divertir
A vida é um cabaré, colega
Venha ao cabaré
Venha beber nosso vinho,
Ouvir a banda
Tocar corneta
Comece a festejar.
Por aqui,
sua mesa espera.

De que adianta ouvir
algum profeta do fim dos dias
Que vai apagar qualquer sorriso.
A vida é um cabaré, colega
Então, venha ao cabaré.

Eu tinha uma amiga
Chamada Elsie.
Com quem dividia quatro
Quartos em Chelsea.
Ela não era o que se chamaria
de exemplo de pureza...
Pra falar a verdade,
ela cobrava por hora.

Quando ela morreu os vizinhos
Vieram bisbilhotar:
"Bem é isso que dá com
Tanta droga e bebida."
Mas quando a vi ali Deitada como uma rainha
Ela era o corpo mais deliz
Que eu já vi.

Penso em Elsie até hoje em dia
Eu me lembro como ela me olhava e dizia:
"De que serve ficar toda só
Em seu quarto?
Venha ouvir a música tocar.
A vida é um cabaré, colega,
Venha ao cabaré."

E quando a mim, ah, e quanto a mim
Eu me resolvi lá mesmo em Chelsea
Quando eu vou, vou como a Elsie.

Comece admitindo
Do berço á tumba
A vida não é muito longa.
A vida é um cabaré, colega
É só um cabaré, colega
E eu amo um cabaré.

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fred Ebb / John Kander. Essa informação está errada? Nos avise.
Traduzida por Taiz. Revisão por Eltton. Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog