Tea And Toast

Lucy Spraggan

exibições 15.935

Tea And Toast

Tom was born in 1942
With eyes of blue
And the doctors said that his birth was far too fast
His heart stopped twice
But yet he survived
As he took his first breath
His mother took her last

And his father knew that he wasn't to blame
But he never quite looked at Tom the same after that
And he rarely spoke about her
But when he did
He said your mother used to say this

When the skies are looking bad my dear
And your heart has lost all its hope
After dawn there will be sunshine
And all the dust will go
Skies will clear my darling
I'll wake up with the one I love the most
And in the morning, I'll make you up
With some tea and toast

When we met through a friend
Who introduced them
The first thing Tom said was would you like to dance?
They moved with each other and when the music got slower
He said don't let go of my hand
He said It's only polite if I ask you tonight
Would it be alright, if I could walk you home?
That night he told of of his birth
And said when it hurt
He thought about what his mother said about tea and toast

Two quick years went by
They were side by side
And without a plan, they conceived a little child
He said women I love you and this you know
But I only earn enough for our food and clothes
But I love you and this baby
Until the day that I die
She said we'll take care of this little life
And we'll fall in love with her baby blue eyes
And we'll be alright from some advice that I know

She said I never got to meet her
But if I did, I'm sure your mother would've said this

When the skies are looking bad my dear
And your heart has lost all its hope
After dawn there will be sunshine
And all the dust will go
Skies will clear my darling
We'll show this baby all the love we know
And in the morning, I'll make you up
With some tea and toast

Well he took those words
And he made them proud
He worked day after day
And hour after hour
So that they could buy a little house on the outside of town
The little girl grew up and so did they
They said that they loved each other everyday
And forty years later, that brings us to now

And as they're walking down the street
Her grip loosens on his hand
He puts his arm around her side as she falls to the ground
He hears her breathing and thats the only sound
Her body on the floor attracts a worried crowd
Tears rolls off his face as he says "don't let go, now"

And he's sitting by her bed in the hospital ward
Their daughter walks in with a family of her own
She says "dad, I don't know if she can hear you now
but there's one thing mum would want you to know"

When the skies are looking bad my dear
And your heart has lost all its hope
After dawn there will be sunshine
And all the dust will go
Skies will clear my darling
Now it's time for you to let go
I'm gonna wake you up in the morning
With some tea and toast

Chá e Torradas

Tom nasceu em 1942
Com olhos azuis
E os médicos disseram que seu nascimento foi muito rápido
Seu coração parou duas vezes
Mas mesmo assim ele sobreviveu
Assim que ele teve sua primeira respiração
Sua mãe teve a última

E seu pai sabia que ele não tinha culpa
Mas ele nunca mais olhou Tom do mesmo jeito depois disso
E ele raramente falava sobre ela
Mas quando ele falava
Ele dizia que sua mãe costumava a dizer isso:

Quando os céus parecerem estar ruins, meu querido
E o seu coração perder toda a esperança
Depois da madrugada haverá luz do sol
E toda a poeira irá embora
Os céus se limparão, meu querido
Eu irei acordar com aquele que amo mais
E pela manhã, irei fazer pra você
Um pouco de chá e torradas

Quando nos conhecemos através de um amigo
O qual os apresentou
A primeira coisa que Tom disse foi: Você gostaria de dançar?
Eles se aproximaram e quando a música ficou mais lenta
Ele disse: Não largue a minha mão
Ele disse: Seria educado se eu perguntasse a você essa noite
Estaria tudo bem, se eu pudesse levá-la pra casa?
Naquela noite, ele me falou do seu nascimento
E disse que quando doía
Ele lembrava do que a mãe falava sobre chá e torradas

Dois anos passaram-se rápido
Eles estavam um do lado do outro
E sem um plano, eles conceberam uma pequena criança
Ele disse: Mulher, eu amo você e isso você sabe
Mas eu só tenho o suficiente para nossa comida e roupas
Mas eu amo você e esse bebê
Até o dia em que eu morrer
Ela disse: Nós vamos cuidar dessa pequena vida
E iremos nos apaixonar pelos olhos azuis do bebê
E ficaremos bem com o conselho que eu sei

Ela disse: Eu nunca a conheci
Mas se conhecesse, tenho certeza que sua mãe iria dizer isso:

Quando os céus parecerem estar ruins, meu querido
E o seu coração perder toda a esperança
Depois da madrugada haverá luz do sol
E toda a poeira irá embora
Os céus se limparão, meu querido
Nós iremos mostrar a esse bebê todo amor que conhecemos
E pela manhã, irei fazer pra você
Um pouco de chá e torradas

Bem, ele pegou essas palavras
E ele os fez orgulhosos
Ele trabalhou um dia após o outro
E hora após hora
Para que eles pudessem comprar uma pequena casa fora da cidade
A pequena garota cresceu, assim como eles
Eles disseram que se amaram todos os dias
E 40 anos depois, isso nos traz o agora

E enquanto eles estavam andando pela rua
As mãos dela soltaram as dele
Ele colocou seu braço em volta dela enquanto ela caía no chão
Ele escutou a respiração dela e esse era o único som
O corpo dela no chão atraiu uma multidão preocupada
Lágrimas escorriam em seu rosto enquanto ele dizia: Não me deixe, agora

E ele estava sentado perto da cama dela no hospital
Sua filha entrou com a sua própria família
Ela disse: Pai, eu não sei se ela pode lhe ouvir agora
Mas tem uma coisa que mamãe gostaria que você soubesse

Quando os céus parecerem estar ruins, meu querido
E o seu coração perder toda a esperança
Depois da madrugada haverá luz do sol
E toda a poeira irá embora
Os céus se limparão, meu querido
Agora é a hora de você ir
E pela manhã, irei fazer pra você
Um pouco de chá e torradas

Composição: Lucy Spraggan · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lisa, Traduzida por bruna, Legendado por Pâmela
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.