exibições 656
Foto do artista Machete Bomb

Temporada de Caça

Machete Bomb


Vai faltar bala no pente pra cobrar
A cleptocracia brasileira agora vai ter que pagar
Falta de postura, velho mal que não tem cura
Mas cê pode ter certeza irmão que a tua ta na agulha
O Brasil que sobrevive pra depois morrer de fome
No bolso nenhum tostão, só projétil com seu nome
Não adianta me falar que não sabe de nada
Logo mais chega tua hora, tua cabeça ta a prêmio, camarada

Idade midi idade média é com certeza é com clareza que se vê
Sistema querendo retroceder
A educação daqui a muito tempo entrou em coma
Então é a rua quem assina o diploma!

Quem mata mais
O menino engatilhando a beretta?
Ou o colarinho branco com o poder da caneta?
Ladroagem, ambidestria fode com o país
O herói passando fome com as mãos sujas de giz

Declaro aberto a temporada de caça
Ao empreiteiro bilhardário que compra licitação
Declaro aberto a temporada de caça
É o tribunal de faz-de-conta que aprova a corrupção
Declaro aberto a temporada de caça
É os congressistas vagabundo que trampam por comissão
Declaro aberto a temporada de caça

A paciência do violentado é fome, chega ao fim
Confirma o futuro incerto do trama tupiniquim
O pontual dinheiro toma conta do congresso
A bancada religiosa não quer ordem nem progresso

De terno e gravata
Se misturam com a nata
Diz: "meu compromisso é defender valor cristão"
Mas o papel numerado deixa o juízo nublado
O que a gente menos vê
É humildade, honestidade e compaixão

Declaro aberto a temporada de caça
O bispo com os dedos pretos de contar notas de cem
Declaro aberto a temporada de caça
O vendedor de milagre que faz o povo de refém
Declaro aberto a temporada de caça
São 10% pro senhor e outros dez pra ele também

Então vem!
Declaro aberto aberto a temporada de caça

Vem!
Declaro aberto a temporada de caça
Ao deputado lobbysta no congresso nacional
Declaro aberto a temporada de caça
O ditador no camarote financia o carnaval
500Kg de cocada pra pagar o horário eleitoral!

Então vem!

Declaro aberto a temporada de caça
Não! Não da mais, não, não da mais!
Declaro aberto a temporada de caça
Não da mais, não da mais não, não da mais não!
Declaro aberto a temporada de caça

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Eduardo Galeano / Vitor Salmazo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Guilherme
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.