Is There Anybody Out There?

Machine Head


Is There Anybody Out There?

I was born as a bastard
No father, no master
A shadow in silence
Left searching for answers

Put up for adoption
And left with no option
Another kid fostered
To fester forgotten

Take a look into these desperate eyes
As they’re cast into the wretched hive

But I ain’t going down alone
Is there anybody out there?
Anybody listening to me?
Is anybody else scared?
The paranoia drops me to my knees
Does anybody feel lonely?
Disconnected from the things I see
Is there anybody out there?
Anybody out there just like me?
I’m choking on these words and I can’t breathe

Now I stand as a father
To men with no honor
Ashamed of the racists
I used to call brothers

Cause no flag can mean bravery
When bloodied by slavery
The rebel, a devil, disguised as a savior

And the sickening feeling in the air
Is the fear to speak that no one dares

So will I stand here all alone?
Is there anybody out there?
Anybody listening to me?
Is anybody else scared?
The paranoia drops me to my knees
Does anybody feel lonely?
Disconnected from the things I see
Is there anybody out there?
Anybody out there just like me?
I’m choking on these words and I can’t breathe

Live my life like I’ll die tonight
Dream like I’ll live forever

I have roared at the world for years
Doesn’t anybody hear me?
This burden suffered, I’ve paid the cost
Not all who wander are lost

Is there anybody out there?
Anybody listening to me?
Is anybody else scared?
The paranoia drops me to my knees
Does anybody feel lonely?
Disconnected from the things I see
Is there anybody out there?
Anybody out there just like me?
I’m choking on these words and I can’t breathe

Tem Alguém Aí Fora?

Eu nasci como um bastardo
Nenhum pai, nenhum mestre
Uma sombra em silêncio
Deixado à procura de respostas

Colocado para adoção
E deixado sem opção
Outro garoto promovido
A apodrecer esquecido

Dê uma olhada nestes olhos desesperados
Como eles são lançados a colmeia miserável

Mas não vou cair sozinho
Tem alguém aí fora?
Alguém me ouvindo?
Tem mais alguém com medo?
A paranoia me faz cair de joelhos
Alguém se sente solitário?
Desligada das coisas que eu vejo
Tem alguém aí fora?
Alguém aí fora igual a mim?
Eu estou engasgado com essas palavras e eu não consigo respirar

Agora eu estou aqui como um pai
Para homens sem honra
Envergonhado dos racistas
Que eu costumava chamar de irmãos

Porque nenhuma bandeira pode significar bravura
Quando sangrada pela escravidão
O rebelde, um diabo, disfarçado como um salvador

E o sentimento doentio no ar
É o medo de ninguém se atrever a falar

Então, eu vou ficar aqui sozinho?
Tem alguém aí fora?
Alguém me ouvindo?
Tem mais alguém com medo?
A paranoia me faz cair de joelhos
Alguém se sente solitário?
Desligada das coisas que eu vejo
Tem alguém aí fora?
Alguém aí fora igual a mim?
Eu estou engasgado com essas palavras e eu não consigo respirar

Vivo minha vida como se eu fosse morrer hoje à noite
Sonho como se eu fosse viver para sempre

Eu tenho rugido no o mundo há anos
Será que ninguém me ouve?
Esta fardo sofrido, eu paguei o custo
Nem todos os que vagueiam estão perdidos

Tem alguém aí fora?
Alguém me ouvindo?
Tem mais alguém com medo?
A paranoia me faz cair de joelhos
Alguém se sente solitário?
Desligada das coisas que eu vejo
Tem alguém aí fora?
Alguém aí fora igual a mim?
Eu estou engasgado com essas palavras e eu não consigo respirar

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir


Posts relacionados

Ver mais posts