Dark Avenger

He broke the laws of the elders
So they plucked out his eye
Took his land and fortune
Left him to die

Bound on the shoreline
Left for the tide
Sees his life-blood leaving
Circling lower

The vultures fly
His bones may be broken
But the spirit can't die
And the Gods see his anguish

And give him a sign
From the floor of the ocean
The ship of the lost souls rise
And they take him

Where no one sleeps
While the undead cry
Where no one sleeps
While the undead cry

And in the world above
The elders sing
On his land they live
Let death's bell ring

He was met at the gate of Hades
By the Guardian of the Lost Souls
The Keeper of the Unavenged
And He did say to him
Let ye not pass Abaddon
Return to the world
From whence you came
And seek payment
Not only for thine own anguish
But to vindicate the souls
Of the Unavenged
And they placed in his hands
A sword Made for him
Called Vengeance
Forged in brimstone
And tempered
By the woeful tears of the unavenged
And to carry him up on his journey
Back to the upper world
They brought forth
Their Demon horse
Called: Black Death
A grim steed
So fiersome in might
And black in colour
That he could stand as one with the darkness
Save from his burning eyes of crimson fire
And on that night
They rode up from Hell
The pounding of his hooves
Did clap like thunder!

Burning, death, destruction
Raping the daughters and wives
In blood I take my payment
In full with their lives

No one can escape me
On Black Death I ride
When kissed by the sword of Vengeance
Your head lays there by your side

I take the lives of all that
I once knew
The torn flesh
of a slow death waits for you

Burning, death, destruction
Raping the daughters and wives
In blood I take my payment
In full with their lives

I spare not land or servants
My wake is smoke and flame
I take their wives and daughters
They stand there watching, watching
Hoping to gain their lives
But when I'm through
they know that they must pay

Burning, death, destruction
Raping the daughters and wives
In blood I take my payment
In full with their lives
With their lives
With their lives
With their lives

Vingador Negro

Ele quebrou as leis dos anciões
Então eles arrancaram seu olho
Tomaram sua terra e fortuna
Deixaram-no para morrer

Amarrado na margem da praia
Deixado para a maré
Acompanhando seu sangue indo embora
Circulando baixo

Os abutres voam
Estes ossos devem ser quebrados
Mas o espírito não pode morrer
E os deuses vêm sua angústia

E lhe dão um sinal
Do fundo do oceano
O barco das almas perdidas surge
E eles o levam

Para onde ninguém dorme
Enquanto os mortos-vivos choram
Onde ninguém dorme
Enquanto o mortos-vivos chora

E no mundo de cima
Os anciões cantam
Na sua terra eles vivem
Deixe o sino da morte tocar

Ele deparou-se no portão de Hades
Com o Guardião Das Almas Perdidas
O Protetor Dos não-vingados
E Ele disse à ele
Não deixarei você passar Abaddon
Retorne para o mundo
De onde você veio
E busque o pagamento
Não apenas para tua própria agústia
Mas para reivindicar as almas
Dos Sem-Vingança
E eles puseram em suas mãos
Uma espada feita por ele
Chamada Vingança
Forjada em enxofre
E temperada
Pelas dolorosas lágrimas dos Sem-Vingança
E para levá-lo em sua jornada
De volta ao mundo superior
Eles trouxeram em seguida
Seu Cavalo Demônio
Chamado Morte Negra
Um corcel sombrio
Tão feroz em poder
E preto na cor
Que ele poderia permanecer como Um com a escuridão
Exceto pelos seus olhos flamejantes de vermelho-sengue
E naquela noite
Eles cavalgaram para fora do inferno
O golpe de suas patas
Soaram como trovão!

Queimando, morte, destruição
Estuprando as filhas e esposas
Em sangue eu pego meu pagamento
Juntamente com suas vidas

Ninguém pode escapar de mim
Em Morte Negra eu cavalgo
Quando beijado pela espada vingança
Sua cabeça cai ao seu lado

Eu tomarei a vida de todos
Que eu já conheci
A carne rasgada
De uma morte lenta espera por você

Queimando, morte, destruição
Estuprando as filhas e esposas
Em sangue eu pego meu pagamento
Juntamente com suas vidas

Eu não poupo terras ou servos
Meu caminho é fumaça e chamas
Eu tomo suas esposas e filhas
Eles permanecem lá, observando, observando
Esperando ganhar suas vidas
Mas quando eu estiver lado a lado
Eles sabem que eles deverão pagar

Queimando, morte, destruição
Estuprando as filhas e esposas
Em sangue eu pego meu pagamento
Juntamente com suas vidas
Com suas vidas
Com suas vidas
Com suas vidas

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Joey DeMaio / Ross the Boss. Essa informação está errada? Nos avise.
Revisões por 5 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais posts