Não lembro direito caindo de sono falando besteira
Depois das três nem quem sou
Jogada num canto desligo a tv que me tira do sério
Saindo da perdição

Faz de conta que é princesa esperando compreensão
Inatingível realeza vai tropeçando no salão

Eu tiro o sapato batendo na cara de quem quer que seja
As coisas bem como são
Não pego a chave e saio pra rua atrás de encrenca
Ou qualquer meia atenção

Vão dizer que foi fraqueza um impulso sem razão
Mas é visível que a tristeza vai derramando pelo chão

A noite esquece quem procura um lugar pra se arrepender
Amanhã um desencanto pode se revelar quando o dia nascer

Não lembro direito caindo de sono falando besteira
Depois das três nem quem sou
Jogada num canto desligo a tv que me tira do sério
Saindo da perdição

Vão dizer que foi fraqueza um impulso sem razão
Mas é visível que a tristeza vai derramando pelo chão

A noite esquece quem procura um lugar pra se arrepender
Amanhã um desencanto pode se revelar quando o dia nascer
A noite esquece quem procura um lugar pra se arrepender
Amanhã um desencanto pode se revelar quando o dia nascer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Alexandre Castilho / André Aquino / Marjorie Estiano. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Paula. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts