Você me irrita tanto
E me tira do sério, oh, oh
Mata de ciúmes
Eu vivo demonstrando que te quero

Hoje eu disse: Te amo
No auge da saudade, eh, eh
Esperei um também
Você só visualizou minha mensagem
Disse nada
Põe na minha conta outra madrugada
Eu fico em casa sem notícia sua
Pensando que cê tá na rua

E aí do nada você chega aqui
Mais maluca que você eu nunca vi
Pensa que eu acho isso bonito, hein?
Sua sorte é que eu não vivo sem

E aí do nada você deita aqui
E quase sem roupa invade o cobertor
Cala minha boca com um beijo bom
E sabe que é tudo que eu desejo, amor

Oh, oh, oh, oh, oh, oh

Você me irrita tanto
E me tira do sério, oh, oh
Mata de ciúmes
Eu vivo demonstrando que te quero

Hoje eu disse: Te amo
No auge da saudade, eh, eh
Esperei um também
Você só visualizou minha mensagem
Disse nada
Põe na minha conta outra madrugada
Eu fico em casa sem notícia sua
Pensando que cê tá na rua

E aí do nada você chega aqui
Mais maluca que você eu nunca vi
Pensa que eu acho isso bonito, hein?
Sua sorte é que eu não vivo sem

E aí do nada você deita aqui
E quase sem roupa invade o cobertor
Cala minha boca com um beijo bom
E sabe que é tudo que eu desejo, amor

E aí do nada você chega aqui
Mais maluca que você eu nunca vi
Pensa que eu acho isso bonito, hein?
Sua sorte é que eu não vivo sem

E aí do nada você deita aqui
E quase sem roupa invade o cobertor
Cala minha boca com um beijo bom
E sabe que é tudo que eu desejo, amor

Oh, oh, oh, oh, oh, oh
Eu desejo, amor
Auge da saudade

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Breno Casagrande / Matheus Aleixo. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts