Pangaré de Meia

MC Barriga

exibições 2.765

E aí Pangaré de meia você mesmo,
É você mesmo que ta i olhando pro lado, gosta de criticar minha vida, fala mal do meu trabalho. Se orienta ladrão

Ref.(Os caras são recalcado mesmo, mas puta que pariu quanta preocupação, com meu sucesso.criatividade , carisma e talento é o que te falta duas caras frente e verso.) bis

É oi sinistro da baixada. Na revolta com os recalcado, que falam mal de mim,
E também dos meus aliados,
represento o primeiro (tamo junto e misturado!)
atrasa o lado nos ta pegando.
Eu vou desabafar, que o veneno já ta na ponta.
A minha língua porque já passaram da conta
Pra me criticar, até parece especialista,
Vai ver que foi por isso que eles ficaram na pista.
Antes de abrir a boca pra falar mal de alguém moleque,
Segura tua onda, pra tu depois não perdi e breque.
Tu se atrapalhou todim eu te avisei Zé-Povim, entrando em conspiração resolve ai com os Falcão.

Ref.

Falem mal, falem bem de mim de mim é o direito do povão.
Só não adimito isso dos parceiros de profissão.
Nos que ta pras somar nos que ta pra representar,
Não pode acontecer, mais já que aconteceu
Para com isso moleque pra mim você não fede nem chera,
Meu compro, compromisso, é compor com não , com um pangaré de meia.
Vou chegar linda agora, vou representar meu povão, favela no C.T.tipo Afeganistão, lá
Não comporta só tipo Colômbia vida loka nos que ta, no trevo faltam com serviço pra te representar.
O bagulho é progressão, levanta moeda sempre,
Paz no coração, Deus lá no céu olha pra gente,
Inveja ambição, puro ódio e muita fofoca,
coisa de que no lugar de cérebro tem minhoca.

Ref.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir