Ay Soledad

Ay, soledad
Anidada en un pañuelo
Solo contra el cielo
Hoja de otoño
En dorado vuelo.

Ay, soledad, de partir, de quedar,
De los adioses
Niebla azul de distancia, que va
Por lejanas voces
Solo un cantar
Ay, soledad.

Ay, soledad
De la flor, gris y guardada
De quietas mañanas
De luz dormida
En viejas campanas.

Ay, soledad, de partir, de quedar,
Del largo olvido.
corazón lastimado en soñar
Cielos fugitivos.
Solo un cantar,
Ay, soledad.

Ai Solidão

Ai, solidão
aninhada em um lenço
só contra o céu
Folha de outono
Em dourado voo.

Ai, solidão, de partir, de ficar,
dos adeus
Neva azul de distância, que vai
por longinquas vozes
só um cantar
Ai, solidão.

Ai, solidão
Da flor, cinza e guardada
de quetas manhãs
De luz dormida
Em velhos sinos.

Ai, solidão, de partir, de ficar,
de longo esquecimanto.
coração ferido de sonhar
céus fugitivos.´
Só um cantar,
Ai, solidão.

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Chacho Muller. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Joyce e traduzida por Marina. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog