Blue Sky Mine

Midnight Oil

exibições 61.660

Blue Sky Mine

Hey, hey, hey, hey!
(There'll be food on the table tonight)
Hey, hey, hey, yeah!
(There'll be pay in your pocket tonight)

My gut is wrenched out, it is crunched up and broken
My life that is lived is no more than a token
Who'll strike the flint upon the stone and tell me why?

If I yell out at night there's a reply of blue silence
The screen is no comfort, I can't speak my sentence
They blew the lights at heaven's gate and I don't know why

But if I work all day on the blue sky mine
(There'll be food on the table tonight)
Still I walk up and down on the blue sky mine
(There'll be pay in your pocket tonight)

The candy store paupers lie to the shareholders
They're crossing their fingers, they pay the truth makers
The balance sheet is breaking up the sky

So I'm caught at the junction still waiting for medicine
The sweat of my brow keeps on feeding the engine
Hope the crumbs in my pocket can keep me for another night

And if the blue sky mining company won't come to my rescue
If the sugar refining company won't save me

Who's gonna save me?
Who's gonna save me?
Who's gonna save me?

But if I work all day on the blue sky mine
(There'll be food on the table tonight)
And if I walk up and down on the blue sky mine
(There'll be pay in your pocket tonight)

And some have sailed from a distant shore
(And the company takes what the company wants)
And nothing's as precious
As a hole in the ground

Who's gonna save me?
Who's gonna save me?
I pray that sense and reason brings us in
(Who's gonna save me?)
Who's gonna save me?
We've got nothing to fear
In the end the rain comes down
In the end the rain comes down
Washes clean the streets of a blue sky town

A Mina de Céu Azul

Hey, hey, hey, hey!
(Vai ter comida na mesa nesta noite)
Hey, hey, hey, hey!
(Vai ter salário no seu bolso nesta noite)

As minhas tripas são disformes, trituradas e partidas
A vida que eu vivo não é mais do que um passe
Quem vai criar uma faísca na pedra e me dizer por quê?

Se eu gritar à noite só haverá a resposta do triste silêncio
A tela não me conforta, eu não consigo dar minha sentença
Queimaram as luzes no portão do céu e eu não sei por quê

Mas se eu trabalhar o dia todo na mina de Céu Azul
(Vai ter comida na mesa nesta noite)
Continuo caminhando pela mina de Céu Azul
(Vai ter salário no seu bolso nesta noite)

Os indigentes da confeitaria mentem aos acionistas
Eles cruzam os dedos, pagam aos produtores da verdade
O balanço geral está chegando nas alturas

Então eu sou pego na junção ainda à espera do remédio
O suor do meu rosto continua alimentando o motor
Espero que as migalhas no bolso possam servir-me por mais uma noite

E se a Companhia de Mineração de Céu Azul não vier ao meu resgate
Se a refinaria de açúcar não vier me salvar

Quem vai me salvar?
Quem vai me salvar?
Quem vai me salvar?

Mas se eu trabalhar o dia todo na mina de Céu Azul
(Vai ter comida na mesa nesta noite)
Continuo caminhando pela mina de Céu Azul
(Vai ter salário no seu bolso nesta noite)

E alguns chegaram de praias distantes
(E a empresa leva o que a empresa quer)
E nada é tão precioso
Quanto um buraco no chão

Quem vai me salvar?
Quem vai me salvar?
Eu rezo para que o bom senso e a razão prevaleçam
(Quem vai me salvar?)
Quem vai me salvar?
Nós não temos nada a temer
No final a chuva cai
No final a chuva cai
E deixa limpas as ruas de uma cidade de Céu Azul

Composição: Dwayne Bones Hillman / Jim Moginie / Martin Rotsey / Peter Garrett / Rob Hirst · Esse não é o compositor? Nos avise.
Traduzida por Aline, Legendado por Marcelo
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.