Foto do artista Monarco

Portela Desde Que Nasci

Monarco


Eu sou portela
Desde os tempos de criança
Ainda guardo na lembrança
Algo e vou revelar
Me lembro o Paulo quando sorrindo dizia
Ao sambista que surgia
O segredo e o seu modo de cantar
Ficava alegre quando ouvia o entoar de um hino
Lá vem rufino, novidades ele vem apresentar
Abriu-se o pano surge o mano caetano
Abelardo fracassou
Seu chapéu caiu na linha
Seu terno melhor rasgou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir