exibições 2.869
Foto do artista Nelson Sargento

Ingratidão

Nelson Sargento


Guardarei pra sempre numa campa fria
Que se chama coração
Um grande amor que ainda pouco
Em mim vivia,
Foi assassinado pela ingratidão
Rodou sobre si mesmo
Em rude cataclismo
Ergueu-se outra vez
Cai outra vez no abismo
Ingratidão onde quer
Que sejas semeada
Mesmo sem ser convidada
A tua semente medra
Fazes chorar até mesmo
Um coração de pedra
De cada cipreste eu ouço
Um grito de dor
Ingratidão
Esses lamentos calam
Em meu coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir