Iaaauêêê iêêêêêê auêêê iêêêêêê áááááááá

Branco, preto, treva e luz
Forte e fraco, já me afasta mais que seduz
Sempre, nunca; louco e são
Leão Leoa e pomba-gira agora iançã
Sempre te quero tudo
Sempre te tenho nada
Logo te percebo, logo te esqueço
Deslumbro o teu silêncio
Na dor da madrugada
Quero te inverso, desejo te avesso
Doce vagabundo, frágil, coração
Facho do mundo, estrelas do chão
És pensamento do tempo
A força dos invisíveis
Vejo te lumiarmente
Um rastro de arco-íííííííris aiááááá aiááááá auêêêêêê ááááááááá
Vagalume, água e terra
Sol e lua, planície e serra
Vagalume, fome e lira
Astro e não astro noite e dia

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir