Quando o mundo, se fez mundo
era um corpo em formação
os rios, se fizeram veias
correndo sem direção
de repente, uma guitarra
um povo cantando o chão
e o campo se fez poesia
e a terra se fez canção
e alguém gritou, viva América!
O mundo tem coração.

América do Sul querida
América do sol da vida
América do céu azul
América do Sul.

Minha América tão linda
para muitos diferente
somos povo imaginado
por um outro continente
primitivos, despilchados
índios, pelados, pingentes
América é cantiga
fruto, raiz e semente
minha América do Sul
com filhos de sol nascente
por der coração do mundo
teu sangue é muito mais quente!

América do Sul querida
América do sol da vida
América do céu azul
América do Sul.

Diga ao Tio que nos visita
que somos todos parentes
somos negros, índios, brancos
federais, inconfidentes
somos a força do mundo
arrastando uma corrente
se as vezes nos faltam armas
temos a força da mente
só Deus pode calar
a voz de um povo valente
mas diga,
que antes de tudo
não temos cor, somos gente!

América do Sul querida
América do sol da vida
América do céu azul
América do Sul.

América do céu azul
América do Sul.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir