exibições 1.624

Water

Ground water moves very slowly. While water at surface can be measured in
Meters per second, the ground water will more likely be measured in meters
Per year! Contamination of the ground water causes severe damage for a very
Long time

Despite this, military and nuclear industry constantly pollutes large areas
Of ground water - in times of peace

I've always loved the sound of rain
Touching so softly my windowpane
And then the scent of dew at dawn
Coming to greet me from my moist lawn
Home

I always took it for granted
I never valued the drops I shed
I failed to see the relation
Between my self and world starvation

Water's for the chosen
But how come we expect us to be those few
Me and you?

In this hot, desolate timeglass I met this man, wearing a worn old flyer's cap
Every day he had to dig 10 feet down for his daily ration of water - one poor gallon. And so he did
Singing while doing it!

10 feet of sand for the thirst
But he gave me half of what he was given for a day
All for thirst and sanity use
While we use up hundred times more
What do we do with it?
Pipes and bathtubs, sprinklers and fountains!
Freshwater used as a dump for oil and nuclear waste!
Desert people turns humble" he said
They know what they have
But do they know what they lose when we flush?

But yet, sadly, he looked up to me. Felt a need for our greed: our freedom
Said all he really wanted was a car and a radio. He too failed to see the relation
Between our lives and his starvation

Water's for the chosen
Water's for the few
Life is for the chosen
But only if we believe it to be true...but we do!
(But I'm through!)

I've always loved the sound of rain

Água

Águas subterrâneas se movem devagar. Enquanto a velocidade das águas da superfície pode ser medida
Em metros por segundo, a das águas subterrâneas costuma ser medida em metros por ano!
A contaminação das águas subterrâneas causa inúmeros danos por um longo
Longo período

Apesar disso, as indústrias militar e nuclear constantemente poluem vastas áreas
De águas subterrâneas- em tempos de paz

Eu sempre adorei o som da chuva
Batendo leve em minha janela
E depois o cheiro do orvalho de madrugada
Vindo me receber da grama úmida
O lar

Eu nunca valorizei isso
Eu nunca dei valor às gotas que derramei
Eu não consegui ver a relação
Entre mim e a fome mundial

A água é para os escolhidos
Mas como podemos esperar que sejamos nós
Eu e você?

Nessa ampulheta quente, desolada, eu conheci um homem, usando um boné velho
Todos os dias ele tinha de cavar 3 metros para chegar à sua porção diária de água- um mero galão. E era o que fazia - cantando enquanto trabalhava!

Três metros de areia para a sede
Mas ele me deu metade do que teria para o dia todo
Tudo para a sede e a higiene
Enquanto usamos mais de cem vezes mais
O que fazemos com isso?
Canos e banheiras, irrigação e fontes!
Água usada como esgoto para óleo e lixo nuclear!
"O povo do deserto se tornou humilde", disse ele
Eles sabem o que têm
Mas sabem o que perdem quando puxamos a descarga?

Ainda assim, infeliz, ele seguia meu exemplo. Tinha necessidade de nossa cobiça: Nossa liberdade
Disse que tudo o que desejava era um carro e um rádio. Também ele não conseguia ver a relação
Entre nossas vidas... E sua miséria

A água é para os escolhidos
A água é para os poucos
A vida é para os escolhidos
Mas apenas se acreditamos ser assim... Mas acreditamos!
(Mas estou cheio disso!)

Eu sempre adorei o som da chuva

Composição: Daniel Gildenlöw · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Juarez, Traduzida por Juarez
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.