[Lucas Boombeat]
Eles só se preocupam com o flow, ha
Eles se atacam de novo, sou a cota que cê chamou
A nova era do game, show
Eu nasci bicha até no espírito
Se te incomoda o adjetivo, não reclama
Foi tu que me deu
Tamo na lista dos amiguinho que cê agora passa pano
Que riu da minha cara e agora sou eu
No beat, no aviso e na voz
Esses rapper pela-saco vai ter que escutar
Sua mãe passa pano procê, só que eu não vou passar
Deixa eu passar, me tratando como honey
Usando do pink money, eu só quero o que é meu
Se não soma, some, rá
Se não soma, some
Agora meu pai acredita, não sou o mesmo
E mesmo assim sigo nessa mesma vida
Já que não salvo o mundo, amor às coisas vamo dar
Vai sobrar mais tempo, por enquanto não me espere pro jantar
Crianças da minha quebrada, medo dessa minha nação
Não canto em vão, só que eu semeio no vão dessa estrada
Sinto que solto e elas vão
Tô ostentando amor pra todos viado
E Itarbelly presente pela própria mãe queimado
Tentam, tentam, tentam me tirar daqui
Mas esquecem que eu não sou daqui, nunca estive aqui
Sei que o que cês quer é motivo pra sorrir
Não insiste, a vida é triste
Aguenta o tranco, sempre esteja pronto pra sentir
Ou fugir, cidade sem cor
Meu rap, função: Colorir
Traz reflexão contra os que vão te engolir
Medo em posto, pago imposto pra CQ
Se não tem desgosto, não tem pão e circo pra se extrair (vrau!)

[Bivolt]
O qual que foi, tomo o pé, não entendi qual é que é
Mas se quiser me atravessar então boa sorte, vai na fé
Aprendam putos, não me iludam, eu vim do inferno de São Paulo
Pisando em vermes imundos, seu mundo embaixo de um salto
Vermelho, mil Louboutins
Minha velha com tudo os paranauê, em casa sendo minha fã
Se preocupa se eu tô viva ou vou estar amanhã
Mãe, relaxa, a bicha é doida, mas é uma louca sã
Tá em guerra por paz, Talibã, e o quê, ah
Sobre a luz do mesmo Sol dessa galáxia
Eu vejo rodar tiro pra caralho a Força Tática dos cop
Inimigo número um dos pobre
Força bruta sem nenhuma tática
Assim é a prática do abuso do poder
Vejo um soldadinho até lá em cima em golpes a temer
Lobos são inofensivos, castrados pela TV
Com seu flow cuspido sem algo a dizer
Então pera aí, pega na minha mão
Me belisca, parece alucinação
As tiriça que tomaram forma física
Chegando na quebra num camburão
E repete pra eu tentar entender melhor
Tira o ovo da boca e o nariz do pó
Paga o que cê me deve e assume o B. O
Que quando a vida cobra, baby, é pior
Algo previsto faz até tempo
MC's melodia sem argumento
Eu não tô jogando, eu só tô vivendo
Cagando e andando pra o que esses comédia tão fazendo
Baby, eu só vou

[Luccas Carlos]
Corpo são, mente insana
Meu bairro continua perigoso
Eu tô pronto pra viver tudo de novo
Pra quem vem de onde eu vim, isso tudo é pouco
Vários par de tênis, corrente de ouro
Nem me assusto mais com barulho de tiro
Aqui perto no Turano a bala tá comendo
Os cara já avisou que é pra não dar vacilo
Eu sempre vou lembrar dos meus manos
Eu sempre vou falar dos meus manos
Eu continuo aqui pelos meus manos
E se você tá contra nós, deve tar brincando
Eu elevo o nível do jogo
Mente de munição pra quem quiser fogo, em, em
Não desacredita não, neném
Cê não botou fé, olha agora quem tá bem, nós!

[Azzy]
Eles não sabem o que eu sei
Falam meu nome, a rua é minha, eu avisei
Esquece meu nome e não pisa onde eu pisei
Bolada em meu nome, na pista eu nunca errei
Pra não perder meu nome, veja só onde eu cheguei
Tamo escutando nos fone quantos palcos eu pulei
Eles gritaram meu nome, dizem que vidas salvei
Vai além de money, meu sucesso incomoda gente
Que eu nem sei o nome
Ligam pro meu telefone pra eu assassinar machista
Penélope Charmosa matou Dick Vigarista
Na cama bem gostosa, com um cara especialista
Não sou flor que se cheire, então me tire da sua lista
Tô rebolando a bunda, causando o caos na pista
Indo pra Dubai, eu tô pagando tudo à vista
Com as melhores poses, closes e diamantinas
Acostume sua vista, ver minha cara na revista
E eles não sabem o que eu sei
Falam meu nome, a rua é minha, eu avisei
Esquece meu nome e não pisa onde eu pisei
Bolada em meu nome, meu sucesso incomoda gente
Que eu nem sei o nome
Eles não sabem o que eu sei
Falam meu nome, a rua é minha, eu avisei
Esquece meu nome e não pisa onde eu pisei
Bolada em meu nome, meu sucesso incomoda gente
Que eu nem sei o nome

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Azzy / Bivolt / Lucas Boombeat / Luccas Carlos · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Victor, Legendado por victor
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.