No Te Quiero Olvidar

RBD

exibições 26.282

No Te Quiero Olvidar

Tu calor sobre la almohada se esfumó
Ya me hace falta
Los recuerdos no me dejan ver
Que nada volverá a ser como ayer, como ayer
El dolor me desarma
Y llorar ya no me calma
Poco a poco empiezo a enloquecer
Y no se que podrá venir después, después

Puede que me ciegue la fé
Pero vuelvo a creer
Que esto no se acaba
Sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar

Hoy que no queda nada
De un amor que se apaga
Poco a poco empiezo a comprender
Que no me queda tanto que perder, que perder

Puede que me cigue la fé
Pero vuelvo a creer
Que estó no se acaba
Sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar

Miro el reloj empiezo a aceptar
Que el tiempo me atrapa
Y en un segunto finjo que me quiero escapar
Pero vuelvo por más
Y al final ya no hay más

Puede que me ciegue la fé
Pero vuelvo a creer, creer
Que estó no se acabá
sueño que te intento besar
Y me vuelvo a quemar
La vida se me escapa
Y aunque cada vez duele más
En mi alma
Y aunque cada vez duele más
No te quiero olvidar
No te quiero olvidar

Não Quero Te Esquecer

Teu calor, sobre o travesseiro desapareceu
Já me faz falta
As recordações não me deixam ver
que nada voltará a ser como antes , como antes
A dor me desarma
E chorar já não me acalma
Pouco a pouco começo a enlouquecer
E não sei o que poderá vir depois, depois

Pode ser que me cegue a fé
Mas volto a acreditar
Que isso não se acaba
Sonho que tento te beijar
E volto a me queimar
A vida me escapa
E ainda cada vez dói mais
Não quero te esquecer

Hoje não fica nada
De um amor que se apaga
Pouco a pouco começo a entender
Que não tenho tanto que perder, que perder

Pode ser que me cegue a fé
Mas volto a acreditar
Que isso não se acaba
Sonho que tento te beijar
E volto a me queimar
A vida me escapa
E ainda cada vez dói mais
Não quero te esquecer

Olho pro relógio e começo a aceitar
Que o tempo me atrapalha
E num segundo finjo que quero escapar
Mas posso ir além
E no final já não há mais nada.

Pode ser que me cegue a fé
Mas volto a acreditar
Que isso não se acaba
Sonho que tento te beijar
E volto a me queimar
A vida me escapa
E ainda cada vez dói mais
Não quero te esquecer
E ainda cada vez dói mais
Não quero te esquecer
Não quero te esquecer