Castillo Azul

Poco a poco voy mostrándote el lugar
Pondremos las persianas y el sofá
Y un candelabro antiguo aquí
Un cesto de flores en medio del zaguán

Poco a poco y al desnudo en el salón
No han puesto las alfombras y es mejor
Porque el amor calienta el sol
Al frío del piso, al hielo del polo sur

En este castillo azul se escribirá una historia
Basada en nosotros dos.
En el momento pleno de hacernos sexo a orillas del mesón

Ven y te explico lo que somos en nuestra habitación
Una paloma y un jilgero en vuelo que extasión
Emigrando al árbol del limón
Elevando un rito hasta amanecer encima de tu piel

Poco a poco y el amor no se aguantó
No hay prisa, pero no puedo esperar
Boca a boca te doy un respiro
Tu cuerpo y el mío encuentran la posición

En este castillo azul se escribirá una historia
Basada en nosotros dos.
En el momento pleno de hacernos sexo a orillas del mesón.

Ven y te explico lo que somos en nuestra habitación
Una paloma y un jilgero en vuelo que extasión
Emigrando al árbol del limón
Elevando un rito hasta amanecer encima de tu piel

Falta comprar el comedor, sin falta
Sobra, contarte cuanto amor nos sobra

Ven y te explico lo que somos en nuestra habitación
Una paloma y un jilgero en vuelo que extasión
Emigrando al árbol del limón
Elevando un rito hasta amanecer encima de tu piel

Castelo Azul

Lentamente vou te mostrando o lugar
Colocaremos as persianas e o sofá
E um candelabro antigo aqui
Um vaso de flores no meio do saguão

Lentamente e nu na sala de estar
Não colocaram ainda os tapetes e é melhor
Porque o amor aquece o sol
Ao frio do chão, ao gelo do polo sul

Neste castelo azul se escreverá uma história
Baseada só em nós dois
E no momento certo de fazermos sexo na beira da pousada

Vem e te explico o que somos em nosso quarto
Uma pomba e um pintassilgo voando em excitação
Fazendo ninho no limoeiro
Elevando um ritual até amanhecer em sua pele

Lentamente e o amor não aguentou
Não há pressa, mas não posso esperar
Boca a boca te dou fôlego
Teu corpo e o meu encontram a posição

Neste castelo azul se escreverá uma história
Baseada só em nós dois
E no momento certo de fazermos sexo na beira da pousada

Vem e te explico o que somos em nosso quarto
Uma pomba e um pintassilgo voando em excitação
Fazendo ninho no limoeiro
Elevando um ritual até amanhecer em sua pele

Falta comprar uma mesa, sem demora
Sobra, te contar quanto amor nos sobra

Vem e te explico o que somos em nosso quarto
Uma pomba e um pintassilgo voando em excitação
Fazendo ninho no limoeiro
Elevando um ritual até amanhecer em sua pele

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Ricardo Montaner / Steve Roitstein. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Djavan e traduzida por Suzane. Revisão por Suzane. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts