No Bolso

Roberta Sá

exibições 6.188

Carrego a solidão no bolso
Acelero o passo de olho no pulso
Descanso é um artigo escasso
E nas terras raras dizem que é futuro

Faturas, contas, propagandas, finanças, ciranda. Não vejo intervalo.
Me calo e busco no playlist algo mais alegre ou coisa que me inspire

Espere um pouco, estale os dedos, respire fundo, espante os medos
Faça silêncio, a pausa é sua, que o caos é logo depois da curva

Não desespere, não corra, mas fique atenta, menina, que o caos é logo ali na esquina
Mas fique firme no passo. Nem toda água é tão turva.
Tem alvorada depois da chuva...