Jogo poeira nos olhos
Que é prá me aventurar
Caminhei muitas léguas sem lei nem trégua
Que possa lembrar
Procurando amor puro
Que é em porto seguro que eu vou sossegar

Jogo poeira nos olhos
Que é prá me aventurar
Caminhei muitas léguas sem lei nem trégua
Que possa lembrar
Procurando amor puro
Que é em porto seguro que eu vou sossegar


Só de pensar
Se me fecha uma cancela
Uma fera eu posso virar
Rodo o corpo num rabo de arraia que eu vou lhe contar
Mais no mais eu sou manso que dói
Ajo como se fosse um herói
Mais no mais eu sou manso que dói
Ajo como se fosse um herói

Andei, andei, andei por aí
Andei, andei, andei por ai

É poeira nos olhos
Que é prá me aventurar
Caminhei muitas léguas sem lei nem trégua
Que possa lembrar
Procurando amor puro
Que é em porto seguro que eu vou sossegar

Jogo poeira nos olhos
Que é prá me aventurar
Caminhei muitas léguas sem lei nem trégua
Que possa lembrar
Procurando amor puro
Que é em porto seguro que eu vou sossegar


Só de pensar
Se me fecha uma cancela
Uma fera eu posso virar
Rodo o corpo num rabo de arraia que eu vou lhe contar
Mais no mais eu sou manso que dói
Ajo como se fosse um herói
Mais no mais eu sou manso que dói
Ajo como se fosse um herói

Andei, andei, andei por aí
Andei, andei, andei por ai

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: João Garcia / Vicente Barreto · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lilian
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.