Invasor

Sabotage

exibições 40.125

Quem é essa cara? Sabotage
Comprimenta os mano ai mano
E aí nêgo vei? Firma? Na fé
E aí nêgo veio? Firmão? Forte?

Tem 3 gravadoras nas bota do cara aqui oh, mas 1 negócio que nós vamo investir!
Como é que é?
É 5 conto pra fazer a gravação, manda um som aí, Sabotage

Ai, não sei qual que é, se me vê dão ré, trinta cara pé, do piolho
Desce lá pra conde e ferve
Pisque clack, enlouquece, breck só de arma pesada
Inferno em massa, vem violentando a minha quebrada, basta!
Eu registrei eu vim cobrar sangue bom, boa ideia quem tem
Não vai tirar a ninguém, roubada alguém causar por fim a bala
Desespero de um canalha, deixou falha, sujou a quebrada
Por mais cruel um cara quando cresce e a mãe perdeu
Sem casa, na vala mataram um Orfeu
Mais é de lei, sim, respeito aqui também sente

Ta tudo bem tudo bem, parou, parou
É mano, o cara da desgostoso da vida e não curte um Rap

Paulistinha U-K, Aqui é cuca rapá
Brooklyn sul, espraiada terror La Fuga e La Mafia. Confisco
Maligno o mundo submisso
Acredito, só mesmo Deus dá orgulho aos meus filhos
O Crime não é mel, a boa ou então o céu
É zona sul, é impossível não lucrar com o papel
Só perversão, bacharel, cobrança, males do céu
É cruel, gosto do fel, na oitava fui réu
Conheço vários chegados do crime, então foi de embalo
Ensacou, enquadrou é, não revistou morreu no carro
A onde a fúria ali ressuscitou, muitos lá rabiscou
Tomou bonde e disse que tinha vacilo ai

Não sei quem mata mais: A fome, o fuzil ou o ebola
Quem sofre mais: os pretos daqui ou os de Angola?
O que nos resta é espalhar que Deus existe e agora é a hora
Por que a paz plantada aqui irá dar flor lá fora
Corre perigo, o invasor vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo
Corre perigo o invasor vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (de lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo

Então Jow, Requinte é Mediê, rima forte te sufoca
Perdão se conforme, seja firme contra os loke
O Redentor regresso aqui os fortes
Esqueca a pressa, Não tenha pressa
É Jow, conclusão: ninguém é samurai
Se já teve, jaz. Sem mais, Quem não fez, faz, usa mente e corre atrás
Sobrevivente é o Rap, sempre ta com nós
Estrelas, nasce, cresce, evolui e morrem
Nos astros, aos olhos das câmeras, universo fome
Galáxia, telescópio espacial, sinais digitais
Da atmosfera terrestre, corpos celeste, peste, se espalham no ar
A Via Láctea e Andrômeda querem se chocar
Será efeito das lentes gravitacionais?
Cinquenta mil anos luz é longitude demais, satélite Huble
Não sou robô, se canto encanto

Não sei quem mata mais: A fome, o fuzil ou o ebola
Quem sofre mais: os pretos daqui ou os de Angola?
O que nos resta é espalhar que Deus existe e agora é a hora
Por que a paz plantada aqui irá dar flor lá fora
Corre perigo, predador vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo
Corre perigo, predador vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (de lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo

Bicho de X, apavora o 27, já vi
Estopim paga de pá com quem é humilde, estorquir
Largado sozinho, largado atrás do fim
Vai cair, esperou demais, foi Maquiávelique
Cadeia, limpeza cerebral de varios manos
Tira teima, aonde você percebe, quem chega chegando
Abandono, nítido é aquilo, cabra da peste sobrevivendo perigo
Favela só falta água, quando chove ela alaga
Puta sol, vem o boy e sua mina pra praia
(Putz que raiva)
Além deles na quebrada, o mostruário do puteiro é o meu Brasil brasileiro
Hoje o inverso e a mídia aqui é nosso refém
Seus filhos quer comer, doutor?
Os meus filhos também
A gente reza, ora, implora, diz amém, amém, amém

Não sei quem mata mais: A fome, o fuzil ou o ebola
Quem sofre mais: os pretos daqui ou os de Angola?
O que nos resta é espalhar que Deus existe e agora é a hora
Por que a paz plantada aqui irá dar flor lá fora
Corre perigo, invasor vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo
Corre perigo, invasor vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (de lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo

Não sei quem mata mais: A fome, o fuzil ou o ebola
Quem sofre mais: os pretos daqui ou os de Angola?
O que nos resta é espalhar que Deus existe e agora é a hora
Por que a paz plantada aqui irá dar flor lá fora
Corre perigo, predador vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo
Corre perigo, predador vacilou, presa fácil virou
Eu só não posso me esquecer de lembrar (de lembrar)
Sei que o que é certo é certo, eu me preservo

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir