Qué

Que te olvides de mi amargo sufrimiento
Que si en algo te serví, me da placer
Que es inutil ocultar lo que yo siento
Qué me importa fue la mía de perder

Que me engañas no me viene de sorpresa
Y hace tiempo que lo supo el corazón
Que yo misma voy pagando mi torpeza
Que me venga de castigo tu traición

Que no ves lo que sepultas con tu juego
Que no tienes una gota de piedad
Que hay amores entregados a lo ciego
Que no mueren aunque llegue la maldad
Qué te importa si me ves arrodillada
Que en tu vida, ya no sabes perdonar
Que no sufras como yo tan derrotada
Que dejastes porque no supiste amar

Qué

Para esquecer o meu sofrimento amargo
E se alguma coisa eu servi-lhe, dá-me prazer
Isso é inútil esconder o que sinto
O que importa para mim era meu perder

Isso não vem enganar-me de surpresa
E ele sabia há muito tempo o coração
Eu mesmo vou pagar a minha falta de jeito
Eu venho de sua punição traição

Não veja o que você enterrar seu jogo
Você não tem uma gota de pena
Que é o amor dado aos cegos
Eles não morrem mesmo que você está mal
Que lhe importa se você me ver de joelhos
Que a sua vida, você não sabe perdoar
Não sofra como eu, tão derrotado
Que você deixou, porque você não conhecia o amor

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir