Foto do artista Slayer

Skeletons Of Society

Slayer


Skeletons Of Society

Minutes seem like days
Since fire ruled the sky
The rich became the beggars
And the fools became the wise
Memories linger in my brain
Of burning from the acid rain
A pain I never have won

Nothing here remains
No future and no past
No one could foresee
The end that came so fast
Hear the prophet make his guess
That paradise lies to the west
So join his quest for the sun

Shades of death are all I see
Fragments of what used to be

The world slowly decays
Destruction fills my eyes
Harboring the image
Of a spiraling demise
Burning winds release their fury
Simulating judge and jury
Drifting flurries of pain

Deafening silence reigns
As twilight fills the sky
Eventual supremacy
Daylight waits to die
Darkness always calls my name
A pawn in this recurring game
Humanity going insane

Shades of death are all I see
Skeletons of society
(Shades of death are all I see
Fragments of what used to be)

Fragments of what used to be
Skeletons of society

Minutes seem like days
Corrosion fills the sky
Morbid dreams of anarchy
Brought judgment in disguise
Memories linger in my brain
Life with nothing more to gain
Perpetual madness remains

Shades of death are all I see
Skeletons of society
(Shades of death are all I see
Fragments of what used to be)

Fragments of what used to be
Skeletons of society

Esqueletos da Sociedade

Minutos parecem dias
Desde então o fogo comanda o céu
Os ricos se tornaram mendigos
E os bobos se tornaram os espertos
Memórias hesitam em minha mente
Das chamas da chuva ácida
Uma dor que nunca venci

Nada aqui permanece
Nenhum futuro e nenhum passado
Ninguém pôde prever
Que o fim chegaria tão rápido
Ouça o profeta fazendo sua previsão
Que o paraíso está no ocidente
Então junte-se a ele na sua busca pelo sol

Sombras da morte é tudo que vejo
Fragmentos que existiam

O mundo lentamente decai
A destruição preenche meus olhos
Guardando as imagens
De uma morte espiral
Ventos em chamas, libertam sua fúria
Simulando juiz e júri
Sendo levados por rajadas de dor

Um silêncio ensurdecedor reina
Enquanto o crepúsculo cobre o céu
Supremacia final
A luz do dia espera morrer
A escuridão chama meu nome
Um peão neste jogo periódico
A humanidade enlouquecendo

Sombras da morte é tudo que vejo
Esqueletos da sociedade
(Sombras da morte é tudo que vejo
Fragmentos do que existia)

Fragmentos do que existia
Esqueletos da sociedade

Minutos parecem dias
A corrosão preenche o céu
Sonhos mórbidos de anarquia
Trouxeram julgamentos disfarçados
Memórias hesitam em minha mente
Sem nada mais a ganhar na vida
Uma loucura perpétua sobrevive

Sombras da morte é tudo que vejo
Esqueletos da sociedade
(Sombras da morte é tudo que vejo
Fragmentos do que existia)

Fragmentos do que existia
Esqueletos da sociedade

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir