Angel Of Death

Auschwitz, The meaning of pain
The way that I want you to die
Slow death, immense decay
Showers that cleanse you of your life
Forced in
Like cattle
You run
Stripped of
Your life's worth
Human mice, for the Angel of Death
Four hundred thousand more to die

Angel of Death
Monarch to the kingdom of the dead
Sadistic, surgeon of demise
Sadist of the noblest blood

Destroying, Without mercy
To benefit the Aryan race

Surgery, with no anesthesia
Feel the knife pierce you intensely
Inferior, No use to mankind
Strapped down screaming out to die

Angel of Death
Monarch to the kingdom of the dead
Infamous butcher
Angel of Death

Pumped with fluid, inside your brain
Pressure in your skull begins pushing through your eyes
Burning flesh, Drips away
Test of heat burns your skin, Your mind starts to boil
Frigid cold, Cracks your limbs
How long can you last
In this frozen water burial?
Sewn together, Joining heads
Just a matter of time
'Til you rip yourselves apart
Millions laid out in their
Crowded tombs
Sickening ways to achieve
The holocaust
Seas of blood, Bury life
Smell your death as it burns
Deep inside of you
Abacinate, eyes that bleed
Praying for the end of
Your wide awake nightmare
Wings of pain, Reach out for you
His face of death staring down,
Your blood running cold
Injecting cells, Dying eyes
Feeding on the screams of
The mutants he's creating
Pathetic harmless victims
Left to die

Rancid Angel of Death
Flying free

Angel of Death
Monarch to the kingdom of the dead
Infamous butcher
Angel of Death

Angel of Death

Anjo da Morte

Auschwitz, o significado da dor
A maneira que eu quero que vocês morram
Morte lenta, imenso declínio
Chuveiros que lhes purificam de suas vidas
Forçados a
como gado
Fugir
Despidos do
Valor de suas vidas
Ratos humanos, para o anjo da morte,
Quatrocentos mil a mais para morrer

Anjo da Morte
Monarca do reino dos mortos
Sádico, cirurgião da morte
Sadista do mais nobre sangue

Destruindo, sem piedade
Ao benefício da raça Ariana

Cirurgia, sem anestesia
Sinta a faca te perfurar intensamente
Inferior, sem uso de humanidade
Amarrado e gritando para morrer

Anjo da Morte
Monarca do reino dos mortos
Infame sanguinário,
Anjo da Morte

Bombeado com fluído, dentro do seu cérebro
Pressão no seu crânio começa a empurrar seus olhos
Carne queimando, cai em pedaços
Teste de calor queima sua pele, Sua mente começa a ferver
Rígido frio, quebra seus membros
Quanto tempo você pode durar
Nessa gélida água da morte?
Costurados juntos, cabeças grudadas
Apenas uma questão de tempo
Até vocês se dilacerarem em dois
Milhões deitados em seus
túmulos abarrotados
Repugnantes caminhos para realizar
o Holocausto
Mares de sangue, imersam a vida
Cheire sua morte enquanto ela queima
Dentro de você
Cegado através de calor, olhos que sangram
Rezando pelo final de
Seu pesadelo acordado
Asas da dor, buscam te atingir
A face de morte dele te encarando
Seu sangue correndo frio
Injetando células, olhos moribundos
Alimentando-se se gritos de
mutantes que ele está criando
Patéticas vítimas inofensivas
deixados para morrer

Podre anjo da morte
Voando livremente

Anjo da Morte
Monarca do reino dos mortos
Infame sanguinário,
Anjo da Morte

Anjo da Morte

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Hank Williams / Jeff Hanneman · Esse não é o compositor? Nos avise.
Traduzida por Bruno, Legendado por Natália
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.