Psychosocial

Slipknot

exibições 1.585.389

Psychosocial

I did my time and I want out
So effusive - fade
It doesn't cut
The soul is not so vibrant

The reckoning, the sickening
Packaging subversion
Pseudo-sacrosanct perversion

Go drill your deserts
Go dig your graves
Then fill your mouth
With all the money you will save

Sinking in, getting smaller again
I'm done! It has begun
I'm not the only one

And rain will kill us all
We throw ourselves against the wall
But no one else can see
The preservation of the martyr in me
Psychosocial, psychosocial, psychosocial
Psychosocial, psychosocial, psychosocial

There are cracks in the road we laid
But where the temple fell
The secrets have gone mad
This is nothing new
But when we killed it all
The hate was all we had

Who needs another mess?
We could start over
Just look me in the eyes and say I'm wrong
Now there's only emptiness
Venomous, insipid
I think we're done
I'm not the only one

And the rain will kill us all
We throw ourselves against the wall
But no one else can see
The preservation of the martyr in me
Psychosocial, psychosocial, psychosocial
Psychosocial, psychosocial, psychosocial

The limits of the dead
The limits of the dead
The limits of the dead
The limits of the dead

Fake anti-fascist lie (psychosocial)
I tried to tell you but (psychosocial)
Your purple hearts are giving out (psychosocial)
Can't stop the killing idea (psychosocial)
If it's hunting season (psychosocial)
Is this what you want? (psychosocial)
I'm not the only one

And the rain will kill us all
We throw ourselves against the wall
But no one else can see
The preservation of the martyr in me

And the rain will kill us all
We throw ourselves against the wall
But no one else can see
The preservation of the martyr in me
The limits of the dead
The limits of the dead

Psicossocial

Eu cumpri minha pena e eu quero sair
Destino tão efusivo
Isso não serve
A alma não é tão vibrante

O acerto de contas, o adoecer
Empacotando sua subversão
Pseudo-sagrado sacro santo

Vai perfurar seus desertos
Vá cavar sua cova
Depois encha sua boca
Com todo o dinheiro que você vai guardar

Regredindo, diminuindo de novo
Eu cansei! E isso começou
Eu não sou o único

E a chuva irá matar a todos nós
Nos jogamos contra a parede
Mas ninguém mais consegue ver
A preservação do mártir em mim
Psicossocial, psicossocial, psicossocial
Psicossocial, psicossocial, psicossocial

Há rachaduras na estrada que andamos
Mas onde o templo caiu
Os segredos enlouqueceram
Isto não é nada novo
Mas quando nós matamos tudo
O ódio era tudo que nós tínhamos

Quem precisa de outra desordem?
Nós poderíamos começar novamente
Apenas olhe-me nos olhos e diga que estou errado
Agora só existe vazio
Venenoso, insípido
Eu acho a gente já era
Eu não sou o único

E chuva irá matar todos nós
Nos jogamos contra a parede
Mas ninguém mais consegue ver
A preservação do mártir em mim
Psicossocial, psicossocial, psicossocial
Psicossocial, psicossocial, psicossocial

Os limites dos mortos
Os limites dos mortos
Os limites dos mortos
Os limites dos mortes

Mentira antifascista falsa (psicossocial)
Eu tentei te dizer, mas (psicossocial)
Seus corações roxos estão parando (psicossocial)
Não posso parar com a ideia de matar (psicossocial)
Se é temporada de caça (psicossocial)
É isso que vocês querem? (psicossocial)
Eu não sou o único

E a chuva irá matar a todos nós
Nos jogamos contra a parede
Mas ninguém mais consegue ver
A preservação do mártir em mim

E a chuva irá matar a todos nós
Nos jogamos contra a parede
Mas ninguém mais consegue ver
A preservação do mártir em mim
Os limites dos mortos
Os limites dos mortos