Cradles

I live inside my own world of make-believe
Kids, screaming in their cradles, profanities
I see the world with eyes covered in pink and bleach
Cross out the ones who heard my cries and watched me weep

I love everything
Fire's spreading all around my room
My world's so bright
It's hard to breathe
But that's alright
(Hush)

Tape my eyes open to force reality (oh no, no)
Why can't you just let me eat my weight in glee?

I live inside my own world of make-believe
Kids, screaming in their cradles, profanities
Some days I feel skinnier than all the other days
Sometimes I can't tell if my body belongs to me

I love everything
Fire's spreading all around my room
My world's so bright
It's hard to breathe
But that's alright
(Hush)

I wanna taste your content
Hold your breath and feel the tension
Devils hides behind redemption
Honesty is a one way gate to hell
I wanna taste consumption
Breathe faster to waste oxygen
Hear the children sing aloud
It's music 'til the wick burns out

Just wanna be carefree, lately, yeah
Just kickin' up daisies
Got one too many quarters in my pockets
Count 'em like the four-leaf clovers in my locket
Untied laces, yeah
Just trippin' on daydreams
Got dirty little lullabies playin' on repeat
Might as well just rot around the nursery and count sheep

Berços

Eu vivo no meu mundo de faz de conta
Crianças, gritando em seus berços, profanidades
Eu vejo o mundo com olhos cobertos em tinta e alvejante
Traindo aqueles que ouviram meus gritos e me viram chorar

Eu amo tudo
Fogo se espalhando pelo meu quarto
Meu mundo é tão brilhante
Está difícil respirar
Mas está tudo bem
(Silêncio)

Mantém meus olhos abertos para forçar enxergar a realidade (oh não, não)
Por que você simplesmente não deixa eu fazer o que quero?

Eu vivo no meu mundo de faz de conta
Crianças, gritando em seus berços, profanidades
Alguns dias eu me sinto mais magro do que nos outros dias
Às vezes não sei se este corpo me pertence

Eu amo tudo
Fogo se espalhando pelo meu quarto
Meu mundo é tão brilhante
Está difícil respirar
Mas está tudo bem
(Silêncio)

Eu quero provar seu conteúdo
Segure a respiração e sinta a tensão
Demônios se escondem atrás da redenção
Honestidade é um portão só de ida para o inferno
Eu quero saborear o consumo
Respiro mais rápido para gastar oxigênio
Ouço as crianças cantarem alto
Sua música até o pavio queimar

Só quero ficar despreocupado ultimamente, sim
Apenas chutando margaridas
Tenho muitas moedas nos meus bolsos
Conto elas como os trevos de quatro folhas no meu medalhão
Laços desamarrados, sim
Apenas tropeçando na sujeira
Canções de ninar sujas estão tocando repetidamente
Poderia muito bem só apodrecer no berçário e contar ovelhas

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Daniel Virgil Maisonneuve · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por LINNICE, Traduzida por Gabriel
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.