Eu vi um vaqueiro do norte
Montado firme no seu alazão, pela estrada
Levando o seu gado, e cantando
Uma linda canção, assim vai de quebrada em
Quebrada tocando a boiada rompendo o estradão
O vaqueiro descansa o gado
Bem na beira do ribeirão, na bruaca traz

Rapadura a farinha e o bom requeijão
Enquanto o feijão com toucinho
Cozinha sozinho lá no caldeirão
Seu chapéu é de couro crú
Aguenta chuva e o Sol de verão, o gibão e a calça

De couro, também serve de proteção
pra livrá dos arranha gato que tem
Lá nos mato do nosso sertão
É um herói dentro das caatingas
E também na poeira do chão, o valente
Vaqueiro do norte não perdeu sua tradição
Peço a Deus que acompanhe os vaqueiros
Que são os pioneiros da nossa nação

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Lourival dos Santos / Moacyr dos Santos / Tião Carreiro. Essa informação está errada? Nos avise.
Revisões por 4 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog