Mulher Navio Negreiro

Tom Zé

exibições 6.149

Mulher - Divino Luxo - Navio Negreiro

O macho pela vida
Se valida
A molestar a mulher
Se diverte.

Apavorada,
Ela, que se péla,
Pouco pára de pé,
E padece.

Quando ele pia, pia, pia,
Pra inibir na mulher o animal,
Talvez eu ria, ria, ria,
Vendo ele transar uma boneca de pau,
Com seu incubado,
Calado, colado, pirado pavor
Do segredo sagrado.

Por isto existe no mundo
Um escravo chamado


Mulher - Divino Luxo - Navio Negreiro
Graal - Puro Cristal - Desespero
Rosa-robô - Cachorrinho - Tesouro,
Ninguém suspeita dor neste ideal,
A dor ninguém suspeita imperial.

Eucaristia - Ascensão - Desgraça,
Filé-mignon - Púbis, Traseiro - Alcatra,
Banca de Revista - Açougue Informal - Plena Praça,
Ninguém suspeita dor neste ideal,
A dor ninguém suspeita imperial.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir