exibições 1.220
Foto do artista Vanusa

Coração Americano

Vanusa


Meu coração vadio
Dantes nunca navegado
No Atlântico ancorado
É pacífico demais.

Num dia americano
Como estouro de boiada
Meu coração de nada
Quis América do Sul.

Que leviano
O meu peito americano
"Quiere hablar castellano"
Ser daqui e ser de lá.

Mas de repente
Alguém toca o telefone
Ouço a voz, gosto do nome
Deixo tudo e vou pro mar.

O Rio é de Janeiro
Fevereiro e carnaval
Com o Cristo ao natural
Que é pacífico demais.

Então mais um cigarro
No meu carro em Ipanema
Vejo a moça do poema
Eu mais eu e nada mais.

Que desatino,
A viola abandonada
Minha mão tão asfaltada
Não consegue violar.

E um sonho novo
De passar as cordilheiras
Vai virar velhas olheiras
Se acordado eu esperar!

E um sonho novo
De passar as cordilheiras
Vai virar velhas olheiras
Se acordado eu esperar!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir