Foto do artista Vitor Kley

Mundo Paralelo (Microfonado)

Vitor Kley


Mãe, não tenho mais medo da roda gigante
Do carro veloz nem do filme de terror
Quando faltar a luz e eu tiver no elevador

Mãe, já vi que a vida é questão de instante
E em um piscar de olhos tudo pode desabar
E eu aqui me preocupando com o que vou postar
Cansei, já não quero mais brincar

Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Eu sei

Mãe, será que eu sou uma criança gigante?
Já sei de tudo, só não entendo o amor
Será que ele se foi junto com a luz do elevador?

Mãe, acho até que eu tenho mais que o bastante
Quero sair desse mundinho virtual
Ultrapassei o meu limite, vou cair na real
Cansei, já não quero mais brincar

Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Eu sei, eu sei

Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Devagar, me desapego desse mundo paralelo
E sinto a falta que um abraço faz, ô se faz!
Eu sei a falta que um abraço faz, ô se faz!
A falta que eu abraço faz

Mãe, será que eu sou uma criança gigante?

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir