Eu, Poema

Vocal Livre

exibições 3.021

Caneta e papel, a alma do artista
Registra lentamente um pedaço seu

Sonhando impressionar o coração de um outro
Sonhando em tornar seu nome conhecido
Sou a pauta em branco, a tela sem pintura
Sou palco vazio e a plateia espera, derrama a tua arte
Sou o teu poema, escreve

Conta tua história, enche de detalhes, o espaço é todo teu
Declara em mim o teu amor, e quem me ler, entenda

Mesmo sem terminar a sua boa obra, convida a sua arte pra exposição.
Sonhando impressionar o coração de um outro,
Sonhando em tornar seu nome conhecido

Sou a pauta em branco, a tela sem pintura, eu sou palco vazio
E a plateia espera, derrama tua arte, sou o teu poema, escreve
Conta a tua história, enche de detalhes, o espaço é todo teu
Declare em mim, o teu amor e quem me ler, entenda
Declare em mim, o teu amor e quem me ler, entenda

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Pedro Valença / Samuel Antunes · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Gustavo
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.