Yukitoki

Hi no michiru kono heya
Sotto toki wo matsu yo
Kizukeba fukan de nagameteru hako
Onaji mesen wa naku
Itsushika kokoro wa hakushoku futoumei
Yuki ni ochita hikari mo chiru
Kumo kara koboreru tsumetai ame
Me wo harasu no wa tooi harukaze dake

Azarea wo sakasete
Atatakai niwa made
Tsuredashite tsuredashite
Nante ne
Shiawase dake egaita otogibanashi nante nai
Wakatteru wakatteru
Soredemo ne
Soko e ikitai no

Muzukashii suushiki dare mo tayorazu
Toite akashite kita
Atarimae datte omotteita kara
Nanimo utagawanakatta kedo
Ima kisetsu ga owarou to shite mo
Tsuite kuru no wa jibun no kage hitotsu

Kooritsuita michi wo
Hana no ame de umete
Mayowanai you ni chanto
Oshiete ne
Kiseki dakede dekita kanzen kesshou wa nai
Dakara sou hitotsuzutsu
Yukkuri to te wo tsunaideiku no
Mune ni haritsuita garasu tokete nagareru
Hikari afureru sekai
Mou sugu

Hitori de mamotteita chiisana ano heya wa
Sukoshi dake aiteiru basho ga atte
Zutto shiranakatta'nda
Futari demo ii'n datte

Wakarazu ni matteita ano hi wa mou
Yukidoke to isshoni haru ni kawatte yuku yo
Toumei na mizu ni natte
Soushite ne
Azarea wo sakasu yo
Nagai fuyu no ato ni
Nando demo nando demo
Hi no michiru kono heya no naka de

Yukitoki

Estou nesta sala iluminada pelo sol
Esperar por toda a sua fusão
Sem perceber, eu estive olhando do alto
Sem ninguém para ter o mesmo ponto de vista quanto me
Finalmente, o meu coração ficou branco e opaco
E a luz que cai na neve dispersa
Chuva fria desce das nuvens
E só a brisa distante da primavera pode limpá-la longe

Deixe a flor azaleia
Em um jardim avisar
E me levar, me levar, a ele
Ou algo assim
Isto não é como um conto de fadas com final feliz
Eu sei que muito bem
Mas mesmo assim
Eu quero ir lá

Eu era capaz de resolver
Uma fórmula matemática difícil sem a ajuda de ninguém
Eu pensei que era natural para fazê-lo sozinho
Então, eu nunca duvidei disso
Mas agora, como a temporada está prestes a terminar
O único comigo é a minha própria sombra

A via congelada
Está enterrado pela chuva de flores
Então me mostre corretamente como
Para não se perder
Não existem cristais perfeitos criados por milagres
É por isso que, um por um
Começar a juntar as mãos
O vidro agarrado ao meu coração derrete e faixas para baixo
Em um mundo cheio de luz
E em breve...

Essa pequena sala mantive seguro
Ainda tem esse espaço vazio
Eu nunca soube
Que eu estava bem com ele sendo apenas o dois de nós

O dia que eu esperei, sem perceber
Já derreteu com a neve e em breve primavera virá
Torna-se água limpa
E, em seguida
Ele vai fazer a flor azaleia
Mas, mesmo após o longo inverno é longo
Eu sempre, sempre
Estar nesta sala iluminada pelo sol

SWOriginal Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts