O boiadeiro quando vai pela estrada
Tocando a boiada a lembrar de um bem querer
Na distância do caminho, a saudade é mais pungente
Aquele amor eloqüente é a razão do seu viver

Vai a saudade machucando ele
A cada passo na longa estrada
Quando escurece ele faz o pouso
Sonhando sempre com a sua amada

Vai a saudade machucando ele
A cada passo na longa estrada
Quando escurece ele faz o pouso
Sonhando sempre com a sua amada

Assim na vida todos tem o seu roteiro
Também fui boiadeiro, muitos anos viajei
Comparando-me com ele há pequena diferença
É que eu perdi a crença da mulher que eu mais amei

Vai a saudade machucando ele
A cada passo na longa estrada
Quando escurece ele faz o pouso
Sonhando sempre com a sua amada

Vai a saudade machucando ele
A cada passo na longa estrada
Quando escurece ele faz o pouso
Sonhando sempre com a sua amada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Dino Franco / Edgard De Souza · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por PEDRO
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.