Faz Como Eu (part. Ataulfo Alves Jr.)

exibições 3.130

Há uma lágrima sentida
Que em teus olhos se escondeu.
Deixa a lágrima escondida
E vem cantar como eu.
Há um gemido angustiado
Que teu peito emudeceu.
Deixa o gemido guardado
E vem cantar como eu.

Pois o mundo não entende
Tua mágoa, tua dor,
E a mulher não compreende
Como é grande o teu amor.
Se esta lágrima pretende
Confessar um grande bem
Sofrerás como eu sofri também

Faz da mágoa o lindo tema
Do mais cínico poema
Que um poeta já escreveu
E o mundo já conheceu.
Faz como eu.