Hilário

Alexandre Nero

exibições 10.731

O amor está no ar
Vai ver que é por isso que de vez em quando ele caga na nossa cabeça

Eu podia cortar os pulsos, podia
Podia fazer charminho, podia
Chorar mil soluços por dia, podia
Me embriagar de vinho barato, podia
Podia andar com quem injeta, podia
Virar um rato de sarjeta, podia
Invocar o capeta, atear fogo no corpo, eu podia
Eu podia

Podia voltar a chupar chupeta, podia
Abandonar meu conforto, podia
Saltar da torre da Telepar, podia
Tomar veneno, também podia
Eu podia te denunciar por me abandonar no sereno
E ir embora sem aceno, eu podia!
Eu podia

Eu podia querer a morte, podia
Me descabelar, eu podia
Ser um ser hospitalar, podia
Maldizer o nosso lar, pra sujar teu nome
E te humilhar. e me vingar a qualquer preço, eu podia
Eu podia quebrar o teu pescoço, podia
Parar de crer na sorte, podia
Se afundar em areia movediça, podia
Pra você ser a carniça, ser um bicho ordinário, eu podia
Eu tinha motivos até pra te mandar tomar no cu!
Mas acontece que eu achei isso tudo hilário!

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir