exibições 25

De tudo que amei vale o quanto
Estive sozinho e o meu pranto
Molhou tua boca deserta
Me fez da minha vida, poeta
De tudo que o sonho talvez jamais sonhou
Me trouxe o caminho, tua asa e teu vôo ...

Voar com você até onde for
A doce presença nas asas do amor
Depois me perder nos ventos do sul
Me achar no prazer que me traz teu AZUL

Andar e chegar no teu coração
Mistérios sagrados do sim e do não
Saber me entregar e sentir teu calor
Ter mais teu prazer
De tudo querer
Provar de você
Teu sabor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog