Tomei algumas decisões na vida
Que nunca deveria ter tomado
Pensei que aquele
amor fosse trazer felicidade
Mas fui redondamente enganado
Agora não consigo
me livrar dessa amargura
Que a precipitação me aprontou
Não sei por que
motivos gostei de uma criatura
Que meu coração angustiou

Hoje choro, sinto
que me apavora a solidão
Sou retrato da desilusão
Eu não consigo
entender
Por que um amor que é tão bonito
Faz sofrer
Por que a gente não
consegue enxergar
Quando se ama pra valer

Deve ser o meu destino
De andar
igual a um peregrino por aí
Sonho com uma vida de felicidade
Quando desperto
estou nos braços da saudade!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir