Tenho saudade da minha palhoça
Que eu deixei na roça lá no palmital
Tenho saudade do meu alazão
Meu cavalinho de estimação
Tenho saudade da minha rocinha
Das minhas galinhas e minha plantação
(Tenho saudade da minha rocinha
Das minhas galinhas e minha plantação)

Adeus palhoça, adeus sertão
Adeus cabocla do meu coração
Adeus palhoça que me viu nascer
Adeus cabocla do meu bem querer
(Adeus palhoça que me viu nascer
Adeus cabocla do meu bem querer)

Não sei porque não existe um meio
De eu me acostumar aqui na capital
Quando me lembro lá do meu sertão
Eu tenho até vontade de chorar
Aí eu pego na minha viola
Que é pro meu peito se desabafar
(Aí eu pego na minha viola
Que é pro meu peito se desabafar)

Adeus palhoça, adeus sertão
Adeus cabocla do meu coração
Adeus palhoça que me viu nascer
Adeus cabocla do meu bem querer
(Adeus palhoça que me viu nascer
Adeus cabocla do meu bem querer)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog