Você andou falando que eu sou caipira
Que uso bora, uso chapéu e bebo pinga
Fim de semana com biritas encho o treco
Com meus amigos jogo truco no boteco

Eu sei que sou matuto e sinto orgulho por isso
Nasci no mato gosto de lidar com bicho
Monto em touro, gosto de domar cavalo
Não troco a roça pra ter você na cidade
Moça desculpa meu jeito bruto de ser

Não troco meu cavalo pra ter um carro e você na cidade
Nasci no mato, no meio do gado
Sou moço simples trabalho na roça
Desculpa moça isso não importa
É que sou mato, sou bem sertanejo
Não sou universitário

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir