Fui, mas eu voltei; na real nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Fui, mas eu voltei, na real nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar

O que é um Nirvana sem Kurt Cobain?
O Prince sem Purple Rain?
É a cena sem meus raps
Cheios de cor, porém
Deixa os Dono Bento me tirar de Anastácio
Como se o que eu tô a rimar não amassasse os
Que não faz arte, faz plágio
E ó que fazer rima é parte mais fácil
Mano, eu sou ridículo, quando se trata de poesia e ritmo
Meu dom não cabe em cubículo e ele vai abrilhantar meu currículo
Flow fácil, sei
Não, esse é o flow Cassius Clay
Não! Mohamed Ali, não, Mohamad Amiri
Se cê apertasse o play
Ágil (tey), esse é meu jab
Eu sou um Mad Lion, num Madlib
Qualquer um surdo percebe que
Uma melhor rima deles é meu ad lib

Quem queria Amiri num trap, bish? (quem?)
Eu rimo em tudo que num tire o boombap
Escrevi em uma hora o verso no rap vish
Qualquer coisa perto de um Amiri é um catfish
E eu já pedi, não me compare a meros mortais
Que eu sou MC, eu te levo até nos portais
Eu só vou mudar no dia que a minha fé num for mais
A mesma, mas eu quero pôr gás
Providencia uma ponte de safena
E se despede igual quando miss acena
Peça imagem pro Luiz Datena
Quem não vê a diferença que fiz na cena
Ou viu e finge

Isso, escutou, ouviu e finge
Eu tenho rimas pra 2030
Que escrevi em 2015
Morri, só porque eu não posto no Face?
Seria esse um rap póstumo, fake?
Eu não tenho views, mas gosto do Drake
Espero e vê o que eu vou fazer no próximo take
É um crime, torce pro DEIC incluir eu, pois vi Deus
E ela me deu um óculos, no caso de eu perder o foco
Eu já era? Cê jura que eu flopo?
Hum, pera, segura meu copo

Fui, mas eu voltei; na real nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Fui, mas eu voltei, na real nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar
Nunca fui, mas eu voltei, nunca fui, mas eu voltei pra causar

Nunca fui, mas eu voltei
Príncipe fui, mas eu sou o rei
À paisana eu só sou o David, um monstro se dou o play
Olha o quanto gastei meu latim
E nem lato, mas rap bem fraco
É que nem mato, nasce feito capim
Rima por rima, cês não tem peito pra mim
Então tô mandando cês por um bojo
Já que falta caneta, te dou um estojo
Minha prepotência deixando a cena com ânsia
É que, mano, hoje eu tô um nojo
Tem que ver minha cara, eu mando em gif
Imagina eu tocando banjo em riff
Mano, cês íam ficar de cara

Se eu disser o quanto eu manjo de grife
Então manda um avião da Gucci (Gucci Gang)
E um carro da Prada
Que quem insistiu em torcer contra
Hoje é uma diarista que pediu as contas
Não vai arrumar nada
É que agora nada me stop, it's top
E cada estoque de levada é pedrada
Dá mais medo que Hitchcock e Richthofen
Pelo jeito que mal soa, na Apollo eu falei pros Balboa
Nem todo mundo odeia o Chris, Rocky
Não sei se é mal gosto ou só mal costume
Que gosto é uma faca, eu não sei qual dos gumes
Me fez vir nesse nível sem autotune
Então abaixa a bola e aumenta o volume
Que quando lanço renovo a cena e os ciclos
Atropelo sem New Beatles

Isso sem usar o turbo e o nitro
Ainda tô na sede, poe mil litros
Culpa do Deryck, pois esse beat me deu fome
Eu sou problema, fodeu, some
Pega a visão enquanto ligo minha antena no teu fone
Mano, é uma pena eu num ter um drone
Que no celular a tela é muito pequena pra ver os clone
E eu tô pensando em levar o rap game pro cartório
Pois já passou da hora de devolver a cena pro meu nome
Mas antes que eu morra ser uma
Lenda, ainda importa o que cê manda no mic
Não se anda de Nike ou corra de Puma
E sem speed flow não fala porra nenhuma

É que a fonte ficou velha, com um monte de groselha, que bom que tirou férias
Nesse caso não é gozar de alegria, porque agora que a porra ficou séria
Então não me põe num aquário, vai que ele trinca (trinca)
Don't Believe The Hype, ele brinca
Põe meu nome no hype ele linka
Uns 3 de 5 rappers favoritos
Quer ver 29 passar vergonha? Me põe num cypher de 30
Lembra quem trouxe o rap que trinca? Eu intero
DNA do filho de Binta, eu impero
Se me por na categoria de quinta, eu esmero
Fala um mano melhor com menos de trinta, eu espero

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog