Pedro e João subiam ao templo, a hora da oração
E era trazido um varão que era coxo
Desde o ventre de sua mãe

Colocado à porta do templo, chamada formosa
E ali na solidão ele mendigava
Chegando Pedro e João, ele pediu uma esmola

Pedro então, fitando nele os olhos, assim falou
Eu não tenho ouro e nem prata
Mas o que tenho eu lhe dou

Em nome de Jesus levanta e anda
No mesmo instante o homem levantou

Saiu pulando, adorando, Deus nosso Senhor
O Deus do passado, é Deus no presente
É o mesmo e não mudou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog