exibições 12.605

Estamos Mas Não Somos (part. Matheus Bird)

Ao Cubo


Hei, to pronto, não conto com a sorte eu trampo
Levanto a cabeça, e entro no campo
No canto desde que eu me conheço por gente
A margem da sociedade visto como arborescente
Menosprezado pela pouca idade,
Hahaha intitulado quase um cidadão, eu disse quase
Já não sou mais criança, e nem tão pouco adulto
Mais observo tudo eu planto pra colher meu fruto
Eu tou aqui no mundo mais não faço parte disso
Dizem que jovem como eu não tem nem compromisso
Para com isso, pare e encare de frente o problema
Somos mais unidos que os grandes, não somos gente pequena
Estamos mais não somos, este é o tema
Se você não entendeu, a gente não te condena
Não tem problema, junte-se a nós e faz barulho
Prazer meu nome é Bird fechado com ao cubo

Fazemos guerra contra guerra, o crack arrebata a terra
Jejuamos por famintos na escola não se aprende e erra

Estamos mais não somos
Eu sou um morador do céu
Estamos mais não somos
Sou um cidadão do céu
Sei exatamente quem eu sirvo quem eu sou
A quem eu devo defender, da onde vim pra onde vou
Estamos aqui, mais aqui não somos oriundos
Enviados em missão de paz, pro mundo

Licença o mundo, que ta imunda
A sociedade que só aceita os que fazem fortuna
Aceita os que tem credito empresa acumula
E o faminto imita o rico, pobrezinho se suja
Licença os fortes, que matam os fracos
Os que desviam toda verba e matam de fato
Não fazemos parte disso, fomos enviados
Pro povo engrumecido não ser mais escravo

Ei, foi Deus quem fez você, pessoas para amar a melhor das criações
Eu preciso me lembrar, que é o amor que vence o mau
Estamos mais não somos deste mundo tão mortal

Êee, tupo chipi sior

Estamos mais não somos, sou um morador do céu
Estamos mais não somos, sou um cidadão do céu
Estamos mais não somos, sou um morador do céu
Estamos mais não somos, somos apenas mordomos
Tomamos vontades próprias, com crânios irracionais
Somos verdadeiramente a melhor das criações
E quando viu o quanto o quanto era bom isso fez mais
Humanos criados projetados pro amor
Mortais tais que questionam seu criador
Donos de suas ações, alguns cheios de razões
Com anseios, pretensões todos com suas facções
Cada um em suas edições, com suas restrições
Petições, matando seus próprios leões
Existe um povo triste achando que ta bom
Que alvo de um principado, que veio pra destruir
Por isso convocamos as minas, e todos manos
Que através de nosso som, tocamos vários corações
E que contra essa guerra que não se encerra cedo
Vamos pra cima sem medo, cheios de ar nos pulmões então

Ei, foi Deus quem fez você, pessoas para amar a melhor das criações
Eu preciso me lembrar, que é o amor que vence o mau
Estamos mais não somos deste mundo tão mortal

Êee, tupo chipi sior

Estamos mais não somos
Eu sou um morador do céu
Estamos mais não somos
Sou um cidadão do céu

Êee, tupo chipi sior

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir